A noção de concomitância na metapsicologia de Freud

Monah Winograd

Resumo


A problemática das relações entre corpo e psiquismo permeia todo o pensamento freudiano. Em um primeiro momento, ela aparece ligada à questão das relações cérebro-pensamento e é explícita. Depois, se torna subterrânea, mas está lá, em operação, vindo à tona, por exemplo, com o conceito de pulsão. Em vez de respostas conclusivas, encontramos pontos de articulação, dos quais selecionamos alguns em dois blocos. O primeiro bloco diz respeito aos pressupostos do pensamento freudiano. São posicionamentos teóricos que sobredeterminam a imagem de psiquismo que Freud construiu. O 1º pressuposto é o de que processos fisiológicos e processos psíquicos acontecem concomitantemente e na interdependência uns dos outros, não podendo ser reduzidosuns aos outros com o estabelecimento de uma hierarquia causal – eis o foco principal deste artigo. O 2º pressuposto diz respeito à pertença de Freud a uma linhagem de pensamento evolucionista expressa em sua tentativa de inventar uma filogenética anímica, paralela, concomitante, dependente e em uma relação de ação recíproca coma filogenia biológica. Já o 3º pressuposto é expresso pela ideia de equação etiológica, complementada com a de séries complementares, sugerindo que, na origem e no devirde cada psiquismo, opera a conjugação quantitativa de fatores constitucionais e fatores acidentais. O segundo bloco é formado pelos conceitos metapsicológicos de pulsão,afeto e isso, derivados dos pressupostos

Texto completo:

PDF

Referências


AMACHER, P. Monograph 16: Freud’s neurological education and its influence on Psychoanalytic Theory. Psychological Issues, v. 4, 1965.

ANDERSSON, O. Freud avant Freud: la préhistoire de la psychanalyse (1886- 1897). Paris: Synthelabo, 1962.

BRUNO, P. Sur la formation des concepts freudiens de psychique/physiologique. Nouvelle Revue de Psychanalyse, n. 3, p. 157-173, 1971.

CANGUILHEM, G. La cerveau et la pensée. In: CANGUILHEM, G. Philosophe, historien des sciences actes du colloque (6-7-8 décembre 1990). Paris: Albin Michel, 1993. p. 11-33.

CALLIGARIS, C. A ressaca do Prozac e o milagre da fala. Folha de São Paulo, São Paulo, 17 mar. 1996. Caderno Mais!, p. 3.

DELEUZE, G.; GUATTARI, F. O que é a filosofia? São Paulo: Editora 34, 1992.

FREUD, S. Contribution à la conception des aphasies. Paris: PUF, 1986. Publicado originalmente em 1891.

FREUD, S. A phylogenetic fantasy. London: The Belknap Press, 1987. Publicado originalmente em 1915.

FREUD, S. Histery. In: SOLMS, M.; SALING, M. A moment of transition: two neuroscientific articles by Sigmund Freud. London: Karnac Books, 1990a. Publicado originalmente em 1888.

FREUD, S. ‘Brain’. In: SOLMS, M.; SALING, M. A moment of transition: two neuroscientific articles by Sigmund Freud. London: Karnac Books, 1990b. Publicado originalmente em 1888. p. 39-86.

FREUD, S. Carta a G. Groddeck (5 jun. 1917). In: GRODDECK, G. O homem e seu isso. São Paulo: Perspectiva, 1994. Publicado originalmente em 1917.

FREUD, S. Prólogo a la traduccion de H. Bernheim, “De la suggestion”. In: FREUD, S. Obras completas. Buenos Aires: Amorrortu, 1996a. Publicado originalmente em 1888.

FREUD, S. Reseña de August Forel, “Der Hypnotismus”. In: FREUD, S. Obras completas. Buenos Aires: Amorrortu, 1996b. Publicado originalmente em 1889.

FREUD, S. Tratamiento psíquico. In: FREUD, S. Obras completas. Buenos Aires: Amorrortu, 1996c. Publicado originalmente em 1890.

FREUD, S. Sobre la justificación de separar de la neurastenia un determinado síndrome en calidad de ‘neurosis de angustia’. In: FREUD, S. Obras completas. Buenos Aires: Amorrortu, 1996d. Publicado originalmente em 1895.

FREUD, S. A propósito de las críticas a la ‘neurosis de angustia. In: FREUD, S. Obras completas. Buenos Aires: Amorrortu, 1996e. Publicado originalmente em 1895.

FREUD, S. Pulsiones y destinos de pulsión. In: FREUD, S. Obras completas. Buenos Aires: Amorrortu, 1996f. Publicado originalmente em 1915.

FREUD, S. Nuevas conferencias de introducción al psicoanálisis. In: FREUD, S. Obras completas. Buenos Aires: Amorrortu, 1996g. Publicado originalmente em 1916-1917.

HUGHLINGS-JACKSON, J. Evolution and dissolution of the nervous system: selected writings of John Hughlings Jackson. London: Hodder and Stoughton, 1932. Publicado originalmente em 1884.

LAPLANCHE, J.; PONTALIS, M. Vocabulário de psicanálise. São Paulo: M. Fontes, 1982.

SOLMS, M.; SALING, M. On psychoanalysis and neuroscience: Freud’s attitude to the localizationist tradition. International Journal of Psychoanalysis, New York, n. 67, p. 43-62, 1986.

SOLMS, M.; SALING, M. A moment of transition: two neuroscientific articles by Sigmund Freud. London: Karnac Books, 1990.

WALDROP, M. M. Editorial: Psychology: a reality check. Nature, v. 461, n. 7266, p. 847, 2009. Disponível em:

v461/n7266/pdf/461847a.pdf>. Acesso em: 10 mar. 2011.

WINOGRAD, M. Entre o corpo e o psiquismo: a noção de concomitância dependente em Freud. Revista Psychê, São Paulo, v. 8, n. 14, p. 95-118, 2004.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/rfa.v23i33.1576

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.