A CONEXÃO ENTRE PENSAMENTO E REALIDADE: SOBRE A TEORIA DO CONHECIMENTO NO TRACTATUS LÓGICO-PHILOSOPHICUS DE LUDWIG WITTGENSTEIN

Bortolo Valle

Resumo


O giro lingüístico operado na Filosofia busca repensar o lugar da Teoria
do Conhecimento. É significativa a contribuição de Ludwig Wittgenstein
neste empreendimento. Do Tractatus Lógico-Philosophicus, sua primeira
obra, emerge uma Teoria do Conhecimento apresentada como
lógica transcendental, implicando numa posição inovadora sobre a
constituição fundamental da epistemologia no âmbito da tradição
filosófica, pelo menos desde a modernidade. As conseqüências
epistêmicas fundamentais do Tractatus residem num fundamentalismo
gnoseológico e numa relativização do conhecimento a partir de uma
base lingüística.


Texto completo:

PDF

Referências


VALLE, Bortolo.Wittgenstein: A forma do silêncio e a forma da palavra.

Curitiba: Champagnat, 2003.

WITTGENSTEIN, L. Tractatus Lógico-Philosophicus. 2 ed.rev.ampliada.

São Paulo: EDUSP, 1994.

______________.Investigações Filosóficas. Lisboa: Fund. CALOUSTE

GULBENKIAN,1995.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/rfa.v16i18.1480

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.