Decisão como mediação e representação em Carl Schmitt

Pedro Hermínio Villas Bôas Castelo Branco

Resumo


Este artigo discute como os conceitos de mediação e representação se articulam na reflexão de Carl Schmitt em alguns de seus primeiros escritos e preparam o terreno para a formulação da ideia de representação política em um de seus trabalhos mais conhecidos: Teoria da Constituição. O procedimento mediante o qual se traduz uma realidade amorfa ou um coletivo em forma de representação política se atém à noção de presentificar algo ausente ou tornar visível algo invisível. Toda ideia entra no mundo empírico como hóspede forasteiro e para ganhar existência ou visibilidade necessita de uma decisão soberana pela sua representação. A finalidade deste estudo é explicar o modo pelo qual ocorre este procedimento.


Palavras-chave


Representação; Mediação; Decisão; Secularização; Estado.

Texto completo:

PDF

Referências


SCHMITT, C. “Die Sichtbarkeit der Kirche. Eine scholastische Erwägung”. In: Ernst HÜSMERT, E.; GIESLER, G. (Org.). Carl Schmitt. Die Militärzeit 1915 bis 1919. Tagebuch Februar bis Dezember 1915. Aufsätze und Materialen. Berlin: Akademie Verlag, 2005. p. 445-452.

SCHMITT, C. Der Wert des Staates und die Bedeutung des Einzelnen. Berlin: Duncker & Humblot, 2004.

SCHMITT, C. Verfassungslehre. Berlin: Duncker & Humblot, 2003.

SCHMITT, C. Theodor Däublers "Nordlicht". Drei Studien über die Elemente, den Geist und die Aktualität des Werkes. Berlin: Duncker &Humblot, 1991.

SCHMITT, C. Gesetz und Urteil. Eine Untersuchung zum Problem der Rechtspraxis. Berlin: Verlag von Otto Liebmann, 1912.

SCHMITT, C. Über Schuld und Schuldarten. Eine terminologische Untersuchung. Breslau: Schletter´sche Buchhandlung, 1910.

SCHMITT, C. Römischer Katholizismus und politische Form. Berlin: Klett-Cotta, 1984.




DOI: https://doi.org/10.7213/1980-5934.29.047.DS05

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.