Contrapontos com relação à moralidade em Freud e Winnicott

Eder Soares Santos

Resumo


O objetivo deste artigo é mostrar que a moralidade para Freud está determinada por um aparelho psíquico que tem por função justamente reprimir a única coisa que no homem apontaria para uma liberdade de ação, a saber: o desejo. O problema é que se todos os homens decidissem realizar todos os seus desejos, não haveria, para Freud, a possibilidade da civilização. Não haveria espaço nas teorias psicanalíticas para se pensar uma moralidade não determinada filogeneticamente? Tentarei apresentar como contraponto uma possibilidade de resposta a essa questão com a teoria psicanalítica de Winnicott.

Texto completo:

PDF

Referências


AMACHER, P. Freud’s neurological educations and its infl uence on psychoanalytic theory. Psychological Issues, v. 4, n. 4, 1965.

DIAS, E. O. A teoria das psicoses em D. W. Winnico???? . 1998. Tese (Doutorado em Psicologia) — Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 1998.

FREUD, S. Rascunho N [Extratos dos documentos dirigidos a Filess]. In: FREUD, S. Edição standard brasileira das obras psicológicas completas. Rio de Janeiro: Imago, 1996a. v. 1. p. 243-380. Publicado originalmente em 1897.

FREUD, S. Totem und tabu. In: FREUD, S. Gesamte werke. Frankfurt: S. Fischer, 1987a. v. 9. Originalmente publicado em 1912.

FREUD, S. Die traumdeutung. Frankfurt: S. Fischer, 1996b. (Studienausgabe).

GABBI Jr., O. F. Notas a projeto de uma psicologia: as origens utilitaristas da psicanálise. Rio de Janeiro: Imago, 2003.

MONZANI, L. B. Freud: o movimento de um pensamento. Campinas: Editora da Unicamp, 1989.

NISHITANI, K. On buddhism. New York: State University of New York Press, 2006.

SANTOS, E. S. Winnico???? e Heidegger: aproximações e distanciamentos. São Paulo: DWW Editorial; Fapesp, 2010.

WINNICOTT, D. W. The development of the capacity for concern. In: WINNICOTT, D. W. Deprivation and delinquency. London: Routledge, 1994. Publicado originalmente em 1963.

WINNICOTT, D. W. Human nature. New York: Brunner; Mazel, 1988.

WINNICOTT, D. W. Psycho-analysis and the sense of guilt. In: WINNICOTT, D. W. The maturational process the facilitating environment. Madison: International Universities Press, 1996. Publicado originalmente em 1958.




DOI: https://doi.org/10.7213/aurora.26.038.DS.03

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.