Violência e linguagem

Éric Weil

Resumo


O texto “Violence et langage” é o resultado da participação de Éric Weil na Semaine des Intellectuels Catholiques, em fevereiro de 1967. O evento promovido pelo Centre Catholique des Intellectuels Français contou com mais de vinte conferencistas, entre os quais encontramos nomes como Gaston Fessard, Raymond Aron e Paul Ricoeur. Justamente com esse último, Weil dividiu a sessão “Violência e linguagem”, presidida por Étienne Borne


Texto completo:

PDF

Referências


CASTELO BRANCO, J. Modernidade e democracia: Eric Weil e a retomada do diálogo na política. Perspectivas, v. 6, n. 1, p. 115-133, 2021.

KIRSCHER, G. Figures de la violence et de la modernité. Lille: Presses Universitaires de Lille, 1992.

PERINE, M. Filosofia e violência. Sentido e intenção da filosofia de Éric Weil. São Paulo: Loyola, 2013.

VESTRUCCI, A. Il movimento della morale. Éric Weil e Ágnes Heller. Milano: LED, 2012.

WEIL, E. Filosofia política. Trad. M. Perine. São Paulo: Loyola, 2011.

WEIL, E. Lógica da filosofia. Trad. L. C. de Malipensa. São Paulo: É Realizações, 2012.

WEIL, E. O futuro da filosofia. Trad. J. Castelo Branco. Veritas, v. 65, n. 1, p. 1-12, 2020.

WEIL, E. Philosophie et réalité 1. Paris: Beauchesne, 2003.

WEIL, E. Violence et langage. In: QUILLIEN, J. (Org.). Cahiers Éric Weil 1. Lille: Presses Universitaires de Lille, 1987. p. 23-31.

WEIL, E. Violência e linguagem. In: CENTRO CATÓLICO DE INTELECTUAIS FRANCESES. A violência. Trad. A. M. Gonçalves. Rio de Janeiro: LAudes, 1969. p. 77-85.




DOI: https://doi.org/10.7213/1980-5934.33.060.TR01

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2021 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.