DAVIDSON, EXTERNALISMO E CETICISMO

Plínio Junqueira Smith

Resumo


O propósito deste artigo é investigar o externalismo epistemológico
proposto por Donald Davidson e avaliar em que medida ao menos essa
forma de externalismo permite uma refutação do ceticismo. O
externalismo de Davidson permitiria reformular os problemas céticos
tradicionais, bem como mostrar a falsidade do ceticismo. Davidson usa
três argumentos: a maneira pela qual o intérprete atribui crenças ao
falante; a hipótese de um intérprete onisciente; a relação causal entre
o mundo e nossas crenças. Nenhum desses argumentos, entretanto,
parece refutar o cético.


Texto completo:

PDF

Referências


BRÜCKNER, A. Modest Transcendental Arguments. In: Philosophical

Perspectives, 10, Metaphysics, p. 265-80, 1996.

DAVIDSON, D. Las Condiciones del Pensamiento. In: Mente, Mundo y

Acción, trad. Carlos Moya, Buenos Aires: Ediciones Paidós, 1992.

DAVIDSON, D. Reply to A. C. Genova. In: Hahn (1999), p. 192-4, 1999a.

DAVIDSON, D. Reply to Barry Stroud. In: Hahn (1999), p. 162-6, 1999b.

DAVIDSON, D. Subjective, Intersubjective, Objective. Oxford: Clarendon

Press, 2001.

DAVIDSON, D. Ensaios Sobre a Verdade. Trad. P. Bendassolli et al.,

São Paulo: São Marco Editora, 2002.

GENOVA, A. C. The Very Idea of Massive Truth. In: Lewis E. Hahn, p.

-91, 1999.

HAHN, L. E. (ed.). The Philosophy of Donald Davidson. Chicago, La

Salle: Open Court, 1999.

KLEIN, P. Radical Interpretation and Global Skepticism. In: LePore , p.

-86, 1986.

LEPORE, E. (ed.). Truth and Interpretation: Perspectives on the Philosophy

of Donald Davidson. Oxford, Cambridge: Blackwell, 1986.

RORTY, R. Pragmatism, Davidson, and Truth. In: E. LePore, p. 333-55,

SMITH, P. J. As respostas de Kant ao ceticismo cartesiano. In: Smith. P. J.

e Wrigley, M. B. (orgs.) O filósofo e sua história: uma homenagem a

Oswaldo Porchat, Coleção CLE, volume 36, Campinas: UNICAMP, p.

-436, 2003.

STROUD, B. Radical Interpretation and Philosophical Scepticism. In:

Understanding Human Knowledge, Oxford : Oxford University Press,

STROUD, B. The Significance of Philosophical Scepticism. Oxford:

Oxford University Press, 2004.




DOI: https://doi.org/10.7213/rfa.v16i18.1489

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.