A dignidade da pessoa humana e o valor social do trabalho

Heloísa Alva Cortez Gonçalves, Mariane Helena Lopes

Resumo


O artigo se desenvolve sob a égide da correlação entre a dignidade da pessoa humana, os direitos fundamentais, os direitos da personalidade e o valor social do trabalho. Este, um valor metajurídico e de gênese jusnaturalista que se funda no núcleo axial da dignidade, se caracteriza como um aspecto relevante da cidadania no que concerne ao seu exercício. Homens e mulheres sem empregos podem reclamar, frente ao Texto Constitucional, no que se destaca o preâmbulo ou a Suma Fundamental, uma proteção contra a exclusão social derivada da falta de trabalho. O exercício da função laborativa é um direito transcendental que se origina no cerne dos direitos naturais e é ali que se situa, também, como parte da raiz da dignidade da pessoa humana. Daí que a sua garantia ou a sua proteção é uma injunção constitucional que não pode ser substituída – ainda que minimizada – por programas sociais com caráter caritativos. Homens e mulheres sem emprego são nada menos que párias ou zumbis sociais sem dignidade, auto-estima ou amor próprio. 

Palavras-chave


Dignidade humana. Valor social. Trabalho. Direitos da personalidade.

Texto completo:

PDF

Referências


ARENDT,H. A condição humana. 10º ed. Tradução de Roberto Raposo. Rio de Janeiro: Forense, 2000.

BELAUNDE, G.; SEGADO, F.; e VALE, H. Los sistemas constitucionales iberoamericanos. El sistema constitucional espanhol. Madrid: Dikinson, 1992.

BULOS, U. L.Constituição Federal anotada. 9. ed. Ver. E atual. Até a EC n. 57/2008. São Paulo: Saraiva, 2009.

CANOTILHO, J. J. G. Direito Constitucional. 7. ed. Coimbra: Almedina, 2003.

DELGADO, M. G.Princípios de Direito Individual e Coletivo do Trabalho. 2 ed. São Paulo, LTr, 2004.

HÄBERLE, P. El Estado constitucional. Estudio introductorio: Diego Valadés. Traducción e índices: Héctor Fix-Fierro. Buenos Aires: Editorial Astrea, 2007, Oratio de hominis dignitate (Discurso da dignidade humana), tradução livre.

KITTEL, G.; FRIEDRICH, G. Theological dictionary of the new testament. V. II. Tradução livre. Grand Rapids, William B. Eerdmans, 1985.

KRAUTLER, E.; MOTTA, I. D.. Os direitos da personalidade, nas relações de trabalho. In: Revista Jurídica Cesumar Mestrado. v. 6 n. 1. (dez. 2006). Maringá, PR: Centro Universitário de Maringá, 2006.

LEITE, R. de C. C. Transplantes de órgãos e tecidos e os direitos da personalidade. São Paulo: Juarez de Oliveira, 2000.

LUÑO, A. E. P. Derechos humanos, Estado de derecho y Constitución. 9. ed. Madri: Editorial Tecnos, 2005.

MELLO. R. S. de. Direito Ambiental do Trabalho e a Saúde do Trabalhador. 4º ed., LTr, 2010.

MIRANDA. J. Teoria do Estado e da Constituição. 2. ed.Rio de Janeiro: Forense, 2009.

_____. Manual de Direito Constitucional. Rio de Janeiro: Forense, 2009.

NASCIMENTO, A. M. Iniciação ao Direito do Trabalho. 31 ed. São Paulo: LTr, 2005.

_____. Curso de direito do trabalho: história e teoria geral do direito do trabalho: relações individuais e coletivas do trabalho. 19. ed. rev. E atual. São Paulo: Saraiva, 2004.

PAINE, T.Los derechos del hombre.Trad, de J. A. Fernández de Castro y T, Muñoz Molina. México: FCEm 1944.

REALE. M. Filosofia do Direito. 17. ed., Sâo Paulo: Saraiva, 1996.

RENAULT, L. O. L.O que é isto –O Direito do Trabalho? In:PIMENTA, J. R. F.et al. (Coords.). Direito do Trabalho: Evolução, Crise, Perspectivas. São Paulo: LTr, 2004.

SILVA, J. P. da. Direitos da Cidadania e direito à cidadania.Lisboa: Observatório da Imigração, 2004.

TANURÉ, R. J.Direito fundamental á nacionalidade. In:Revista de Direito Constitucional e Internacional, nº 63, págs. 212 e segs., abril-junho de 2008.

TELLES, G.Jr. In: Novocódigo civil comentado. FIUZA, R. (Coord). São Paulo: Saraiva, 2002.

ZENNI,A. S.;OLIVEIRA, C.(Re) Significação dos princípios do Direito do Trabalho.Porto Alegre, Sergio Antonio Fabris, 2009.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/rev.dir.econ.socioambienta.04.002.AO07

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista de Direito Econômico e Socioambiental

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

eISSN 2179-8214

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Rua Imaculada Conceição, 1155, Bloco Vermelho, Prado Velho, Curitiba/PR, Brasil, CEP 80.215-901

E-mail: revista.direito@pucpr.br

https://periodicos.pucpr.br/index.php/direitoeconomico/