A criminalidade de colarinho-branco: a proposição teórica de Edwin Hardin Sutherland

Leandro Ayres França

Resumo


Este artigo analisa a proposição teórica de Edwin Hardin Sutherland sobre a criminalidade de colarinho-branco. São explicados o contexto histórico, os pressupostos científicos, a experiência da pesquisa e as críticas que lhe foram opostas. O texto final é resultado de uma abordagem qualitativa, executada através de revisões bibliográficas, e com um arranjo exploratória e explanatória. 

Palavras-chave


Criminologia; Edwin Hardin Sutherland; Colarinho-Branco; Associação diferencial.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Lei nº 11.106, de 28 de março de 2005. Altera os arts. 148, 215, 216, 226, 227, 231 e acrescenta o art. 231-A ao Decreto-Lei no 2.848, de 7 de dezembro de 1940 –Código Penal e dá outras providências.

BRONNER, E. Mass. among 23 states where adultery is a crime, but rarely prose-cuted. The Boston Globe,Boston, 15 nov. 2010. Nation. Disponível em: . Acesso em: 18 out. 2014.

CARANCHO. Produção de Pablo Trapero et al., direção dePablo Trapero. Buenos Aires, 2010. Formato 35mm, 107 min. color. son.

CONDE, F. M.; HASSEMER, W. Introdução à Criminologia. Traduçao de Cíntia Toledo Miranda Chaves. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2008.

DURANT, W.J.; DURANT, A. The Age of Voltaire.New York: Simon & Schuster, 1965.

ELBERT, C. A. Manual básico de criminologia. Tradução deNey Fayet Júnior. Porto Alegre: Ricardo Lenz, 2003.

FOUCAULT, M. Vigiar e punir:nascimento da prisão. Tradução deRaquel Rama-lhete. 29. ed. Petrópolis: Vozes, 2004.

HARPER, D. Online etymology dictionary. Disponível em: . Acesso em: 18 out. 2014.

HOUAISS, A. ; VILLAR, M.de S. Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa. Rio de Janeiro: Objetiva, 2001.

MERTON, R. K. Sociological Theory. American Journal of Sociology, Chigago,v. 50,n. 6, 1945.

MOLINA, A. G. P. de. Criminologia: introdução a seus fundamentos teóricos; introdução às bases criminológicas da Lei 9.099/95, Lei dos Juizados Especiais Criminais. Tradução de Luiz Flávio Gomes e Davi Tangerino. 5. ed. rev. e atual. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2006.

ODUM, H.W. The story of Sociology in the United States through 1950. Lon-don: Greenwood Press, 1951. p. 190-194. Trecho disponível na página da American Sociological Association, seçãoAbout ASA: Presidents: Edwin H. Sutherlandou pelo endereço: . Acesso em: 18 out. 2014.

SHECAIRA, S. S.. Criminologia. 2. ed. rev. atual. e ampl. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2009.

SLOANJR., A. P.. Adventures of a White Collar Man. New York: Doubleday, Doran, 1941.

SUTHERLAND, E. H. Is ‘White Collar Crime’ Crime?. American Sociological Review, Washington,v. 10,n. 2, 1945.

_____. White collar crime: the uncut version: with an introduction by Gilbert Geis and Colin Goff. New Haven/London: Yale University Press, (1949) 2012.

_____. White-Collar Criminality. American Sociological Review, Washington,v. 5, n. 1, 1940.

TAPPAN, P.W. Who Is the Criminal?. American Sociological Review,Washing-ton, v. 12,n. 10, 1947.

TARDE, G. The laws of imitation. Tradução deFranklin H. Giddings. New York: Henry Holt and Company, 1903.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/rev.dir.econ.socioambienta.05.001.AO03

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista de Direito Econômico e Socioambiental

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

eISSN 2179-8214

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Rua Imaculada Conceição, 1155, Bloco Vermelho, Prado Velho, Curitiba/PR, Brasil, CEP 80.215-901

E-mail: revista.direito@pucpr.br

https://periodicos.pucpr.br/index.php/direitoeconomico/