Heidegger e a Teologia

Wendell Soares Lopes

Resumo


Nota do tradutor: O texto apresentado a seguir é uma tradução do ensaio “Heidegger and theology” (In: JONAS, Hans. The phenomenon of life: toward a philosophical biology. Evanston, Illinois: Northwestern University Press, 2001, p. 235-261). Para uma indicação de outras versões posteriores do texto e comentários a seu respeito, ver nota de rodapé 2, do autor, abaixo. No texto da tradução, a paginação original é indicada entre [ ] e em negrito.

Nota preliminar do autor [235]: Este ensaio foi apresentado, de forma um pouco mais abreviada, para uma conferência de teólogos concernente ao tema sobre “o Pensamento e o Discurso Não-objetivante na Teologia Contemporânea”1. Para os conferentes esse título tinha um significado atual e concreto: o uso do pensamento tardio de Martin Heidegger pelaa teologia protestante. Tendo em vista as circunstâncias de sua concepção e pronunciamento, e o eco que ele então provocou naquela ocasião e posteriormente2, achei melhor [236] deixar o ensaio com seu caráter original enquanto um discurso que se dirige a um público.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.7213/aurora.28.043.TD01

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.