Enegrecer a Universidade para vivenciar o conhecimento

Luís Thiago Freire Dantas

Resumo


Este ensaio propõe um questionamento sobre a construção do ambiente universitário da filosofia e sua dificuldade em dialogar com epistemologias fora do cânone. Para isso, problematizamos a imagem de quem produz conhecimento que exclui outras alternativas epistêmicas. O interesse, assim, é propor como os corpos negros atribuem à Universidade uma retomada epistêmica que se contrapõe à colonialidade universitária
fundamentada no epistemicídio.


Palavras-chave


Cânone; Colonialidade; Corpos negros; Epistemicídio

Texto completo:

PDF

Referências


BAIRROS, L. H. de. Lembrando Lélia Gonzalez 1935-1994. Afro-Ásia, n. 23, p. 1-21, 2000.

CARNEIRO, A. S. A construção do Outro como não-ser como fundamento do ser. Orientadora: Profa Dra Roseli Fischmann. Tese (Doutorado em Educação) — Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2005.

CASTRO-GOMEZ, S. Decolonizar la universidad: La hybris del punto cero y el diálogo de saberes In: CASTRO-GOMEZ, S.; ROSFOGUEL, R. (Orgs). El giro decolonial: reflexiones para una diversidad epistémica más allá del capitalismo global. Bogotá: Siglo del Hombre Editores; Universidad Central, Instituto de Estudios Sociales Contemporáneos y Pontificia Universidad Javeriana, Instituto Pensar, 2007.

CÉSAIRE, A. Cultura e colonização. In: SANCHES, M. R. (Org.) As malhas que os impérios tecem: textos anticoloniais, contextos pós-coloniais. Lisboa: Edições 70, 2011.

GODUKA, I. African indigenous philosophies: legitimizing spiritually centred wisdoms within the academy. In: HIGGS, Paul et al. (Org.) African Voices in Education. Landswone: Juta & Co. Ltd, 2000.

KILOMBA, G. Memórias da Plantação: episódios de racismo cotidiano. Rio de Janeiro: Editora Cobogó, 2019.

LANDER, E. ¿Conocimiento para qué? ¿Conocimiento para quién? Reflexiones sobre la universidad y la geopolítica de los saberes hegemónicos. In: CASTRO-GOMEZ, S. (Orgs). La reestructuración de las ciencias sociales en América Latina. Bogotá: Centro Editorial Javeriano, Instituto Pensar, Pontificia Universidad Javeriana, 2000.

MBEMBE, A. Pourquoi ont-ils tous peur du postcolonial? AOC: Media, 2020. Disponível em: https://aoc.media/opinion/2020/01/20/pourquoi-ont-ils-touspeur-

du-postcolonial/ Acesso em: 26 jan. 2020.

PRETE, J. They Kant be serious! PC students demand white philosophers including Plato and Descartes be dropped from university syllabus. Daily Mail, Londres, 11 jan. 2017. Disponível

em: https://www.dailymail.co.uk/news/article-4098332/They-Kant-PC-students-demandwhite- philosophers-including-Plato-Descartes-dropped-universitysyllabus.html#ixzz4qFndcJTc. Acesso em: 23 dez. 2020.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/1980-5934.33.059.DS01

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2021 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.