FORMAÇÃO DOCENTE EM ENSINO RELIGIOSO EM CURSO DE PEDAGOGIA NO RIO GRANDE DO SUL

Remí Klein

Resumo


O texto visa a socializar projeto de pesquisa sobre o Ensino Religioso na formação docente.Parte do pressuposto da importância da capacitação em Metodologia de Ensino Religioso nos cursos de licenciatura em Pedagogia, visto que, pela legislação vigente em nível nacional e estadual (RS), não é exigida nenhuma formação específica, além da habilitação docente propriamente dita, para lecionar a referida disciplina na educação infantil e nos anos iniciais do ensino fundamental. Abarca o embasamento legal sobre o assunto e o confronta com uma pesquisa de campo, envolvendo a própria prática docente, bem como a atuação de outros docentes e a participação de discentes na referida disciplina pedagógica em cursos de licenciatura em Pedagogia em instituições de ensino superior na região metropolitana de Porto Alegre.

Palavras-chave


Ensino Religioso; Legislação; Formação docente; Metodologia; Práxis educativa.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, R. Conversas com quem gosta de ensinar. São Paulo: ARS Poética, 1995a.

ALVES, R. Estórias de quem gosta de ensinar. São Paulo: ARS Poética, 1995b.

ANDRÉ, M. E. D. A. de. Etnografia da prática escolar. 4. ed. Campinas: Papirus, 1995.

BRANDÃO, C. R. (Org.). Pesquisa participante. 4. ed. São Paulo: Brasiliense, 1984.

CUNHA, M. I. da. O professor universitário na transição de paradigmas. Araraquara: JM Editora, 1998.

DELORS, J. et al. (Org.). Educação: um tesouro a descobrir – Relatório para a Unesco da Comissão Internacional sobre educação para o século XXI. 2. ed. São Paulo: Cortez; Brasília: MEC; Unesco, 1998.

DINORAH, M. Panela no fogo, barriga vazia. São Paulo: L&PM, 1986.

FOWLER, J. Estágios da fé. São Leopoldo: Sinodal, 1992.

FOX, M. Guilherme Augusto Araújo Fernandes. São Paulo: Brinque-Book, 1995.

FREIRE, P. A educação na cidade. São Paulo: Cortez, 1991.

FREIRE, P. Professora sim, tia não: cartas a quem ousa ensinar. São Paulo: Olho D’Água, 1993.

FREIRE, P.; GUIMARÃES, S. Aprendendo com a própria história I. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

FREIRE, P.; GUIMARÃES, S. Aprendendo com a própria história II. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2000.

GIERUS, R. CorpOralidade: história oral e corpo. In: STRÖHER, M. J. et al. (Org.). À flor da pele: ensaios sobre gênero e corporeidade. São Leopoldo: Sinodal; CEBI, 2004. p. 37-51.

KLEIN, R. Histórias em jogo: rememorando e ressignificando o processo educativo-religioso sob um olhar etnocartográfico. 2004. Tese (Doutorado em Religião e Educação) – Escola Superior de Teologia Instituto Ecumênico de Pós-Graduação em Teologia, São Leopoldo, 2004.

LARROSA, J. Pedagogia profana: danças, piruetas e mascaradas. Tradução de Alfredo Veiga-Neto. 4. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2001.

MEMORIAIS descritivo-analíticos da Atividade Acadêmica Sujeitos, Espaços e Tempos: Ensino Religioso do curso de Pedagogia da Universidade do Vale do Rio dos Sinos – Ed. Unisinos. São Leopoldo, RS, 2011. Disponível em: . Acesso em: 19 jul. 2011.

ROLNIK, S. Cartografia sentimental: transformações contemporâneas do desejo. São Paulo: Estação Liberdade, 1989.

SILVA, T. T. da. Documentos de identidade: uma introdução às teorias de currículo. Belo Horizonte: Autêntica, 1999.

TILLICH, P. Dinâmica da fé. São Leopoldo: Sinodal, 1974.

WEFFORT, M. F. et al. Observação, registro, reflexão: instrumentos metodológicos I. 2. ed. São Paulo: Espaço Pedagógico, 1996.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/revistapistispraxis.6113

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.