O projeto “As Cores da Vida” na celebração do Ano Brasileiro do Ensino Religioso

Claudino Gilz

Resumo


O presente artigo tem como objetivo analisar as principais implicações à disciplina de Ensino Religioso, provenientes dos fenômenos socioculturais que compõem o atual contexto, de modo especial a necessidade de superação dos preconceitos religiosos, das marginalizações, das diferenças, das polarizações e dos fundamentalismos. Discute a contribuição que o Ensino Religioso pode oportunizar por meio de proposta pedagógica e curricular composta de um conjunto temático, gradativamente distribuído em trimestres letivos, pertinentes ao estudo das manifestações do fenômeno religioso, com objetivos estabelecidos e com enfoque adequados à faixa etária do corpo discente. Apresenta os detalhes do processo de elaboração e de implementação do Projeto “As Cores da Vida”, em comemoração ao Ano Brasileiro do Ensino Religioso, proclamado em 15 de novembro de 2009, na Associação Franciscana de Ensino Senhor Bom Jesus.


Palavras-chave


Ensino Religioso; Plano curricular; Ano Brasileiro do Ensino Religioso

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, L. A. S.; ALVES, M. H. L. Aspectos da diversidade religiosa. In:

JUNQUEIRA, S. R. A. (Org.). O sagrado: fundamentos e conteúdos do Ensino Religoso. Curitiba: IBPEX, 2009. p. 143-155.

BOFF, L. Fundamentalismo: a globalização e o futuro da humanidade. Rio de Janeiro: Sextante, 2002.

BONHOEFFER, D. Ética. Tradução de Helberto Michel. 2. ed. São Leopoldo: Sinodal, 1991.

BRASIL. Presidência da república. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996.

Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Poder Legislativo, Brasília, DF, 23 dez. 1996. p. 27833. Disponível em: . Acesso em: 23 jul. 2009.

______. Presidência da República. Lei n. 9.475/97, de 22 jul. 1997. Alteração, normas, correlação, facultatividade, disciplina escolar, religião, estabelecimento de ensino, ensino fundamental, território nacional. competencia, sistema de ensino, fixação, conteúdo, disciplina escolar, religião. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, Congresso Nacional, 23 jul. 1997, coluna 2, p. 15824. Disponível em: . Acesso em: 21 jan. 2010.

FIGUEIREDO, A. P. O ensino religioso no Brasil: tendências, conquistas, perspectivas. Petrópolis: Vozes, 1996. p. 17-66.

GIL FILHO, S. F. Paisagem religiosa. In: JUNQUEIRA, S. R. A. (Org.). O sagrado: fundamentos e conteúdos do Ensino Religoso. Curitiba: IBPEX, 2009. p. 93-117.

GILZ, C. O livro didático de Ensino Religioso na formação do professor.

Petrópolis: Vozes, 2009.

GRUEN, W. O Ensino Religioso na escola. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 1995.

HARADA, H. Coisas, velhas e novas: à margem da espiritualidade franciscana.

Bragança Paulista: IFAN, 2006.

MARIANO, A. L. S. Anotações sobre religião e formação de professores. Revista

Lusófona de Ciência das Religiões, ano VI, n. 12, p. 109-116, 2007.

RORTY, R. Contingência, ironia e solidariedade. Lisboa: Presença, 1992.

RUMI, J. ud-D. Poemas místicos. Tradução e introdução de José Jorge de Carvalho. São Paulo: Attar, 1996.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/pp.v2i2.14435

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.