Religião e ciência: caminho de aliança ética

Rogério L. Zanini

Resumo


A relação entre religião e ciência é um tema atrativo, necessário e muito complexo na contemporaneidade. Quando esse tema é discutido em nível público, muitas vezes é retratado como uma relação conflituosa em que duas grandezas heterogêneas se enfrentam a partir de atitudes totalmente diferentes e animadas por finalidades opostas. A história do cristianismo condensa a complexidade dessa relação. O objetivo desse texto é averiguar se religião e ciência podem formar uma aliança ética. Religião e ciência podem e devem contribuir para tornar a sociedade mais justa e humana? No cenário atual, é possível compreender ambas, conservando suas especificidades e riquezas? Tomando como base alguns autores que refletem essa questão, consideramos os seguintes elementos: primeiro, uma aproximação conceitual mínima dos termos religião e ciência. Em seguida, passaremos em revista cinco tipografias de classificação relacional entre ciência e religião. Depois, elencamos algumas nuances da complexidade da relação entre religião e ciência, sobretudo no contexto do Concílio Vaticano II (1965). Por fim, buscamos compreender como religião e ciência podem, por caminhos específicos, estarem a serviço da humanidade. Conclui-se afirmando que ciência e religião devem ser parceiras que, por intermédio da confirmação, colaborem na superação dos dramas da “casa comum”. Uma aliança ética é fundamental para que ambas cumpram sua missão de serva e não rainha da humanidade.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


O Caderno Teológico está indexado por:

 

                                

                           

                                                                   

     

 

 

 

 

 

 

 

 

Licença Creative Commons
Caderno Teológico de Pontifícia Universidade Católica do Paraná está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.