A ecoteologia latino-americana e o princípio pluralista

Cláudio de Oliveira Ribeiro

Resumo


O texto apresenta resultados de pesquisa sobre a relação do princípio pluralista com dimensões da ecoteologia. Metodologicamente, se recorreu a análises do pluralismo antropológico, em chave latino-americana, especialmente as que realçam a concepção do ser humano nas suas múltiplas relações com a natureza e o cosmo. Os resultados são apresentados em três eixos: (i) a busca de novos perfis epistemológicos tendo em vista a crítica às características antropocêntricas, androcêntricas e patriarcais da cultura ocidental assimiladas pela teologia, (ii) a noção do humano, em seus limites e possibilidades, em especial no tocante à relação com a Terra e o cosmo, à sua condição de coparticipante do contínuo ato criador divino e às possibilidades de relacionalidade e interdependência, e (iii) o poder renovador da vida como expressão de uma ecodiaconia, com indicações práticas de reconstrução ecossocial, dentro do cenário da destruição ambiental e da forma de ver a fé em perspectiva plural como maneira de ser na vida.


Palavras-chave


princípio pluralista, ecoteologia, ecofeminismo, relacionalidade.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.7213/2175-1838.13.03.AO03

Apontamentos

  • Não há apontamentos.