O PADRE ANTÔNIO VIEIRA E O MÉTODO DA PREGAÇÃO

Márcio Luiz Fernandes

Resumo


O objetivo do presente trabalho é apresentar os elementos essenciais que caracterizam a pregação no período da Escolástica Barroca a partir dos sermões do Padre Antônio Vieira. A análise dos sermões permite aprofundar as premissas conceituais, epistemológicas, religiosas e sociais acerca do significado dos conteúdos do saber produzido pela Companhia de Jesus no âmbito da evangelização. Na articulação do modelo sacramental e do princípio da encarnação pode-se chegar a perceber os diferentes níveis do discurso de Vieira, que, por sua vez, implica a discussão de questões retóricas, sociais e políticas. O princípio paradoxal do cristianismo, ou seja, a doutrina do Verbo encarnado revela-se, do ponto de vista metodológico, excelente guia de leitura para os sermões, bem como  para a literatura de espiritualidade da Companhia de Jesus.


Palavras-chave


Sermões; Método de pregação; Evangelização; Princípio da encarnação.

Texto completo:

PDF

Referências


AQUINO, T. La conoscenza sensibile: commenti ai libri di Aristotele de sensu et sensato, de memoria et reminiscentia. Bologna: Edizione Studio Dominicano, 1997.

AZEVEDO, J. L. História de Antônio Vieira. 2. ed. Lisboa: Clássica, 1931.

BARROS, A. Vida do apostólico Padre Antônio Vieira: chamado por antonomásia o Grande. Lisboa: Nova Officina Syviana, 1745.

BESSELAAR, J. V. D. António Vieira: o homem, a obra, as idéias. Lisboa: Instituto de Cultura e Língua Portuguesa, 1981.

BROGGIO, P. Evangelizzare il mondo: le missioni della Compagnia di Gesù tra Europa e America (secoli XVI-XVII). Roma: Carocci, 2004.

CABRAL, L. G. V. C. P. Vieira pregador. Porto: José Frutuoso da Fonseca, 1901. v. 2. CANTEL, R. Les sermons de Vieira: étude du style. Paris: Hispano-Americanas, 1959.

CARVALHO DA SILVA, P. J. A tristeza na cultura luso-brasileira: os sermões do padre Antonio Vieira. São Paulo: EDUC, 2000.

CHATELLIER, L. A religião dos pobres: as fontes do cristianismo moderno século XVI-XIX. Lisboa: Estampa, 1995.

CIDADE, H. Atividade política do padre Antonio Vieira. Lisboa: Independência, 1955. v. 14-15.

FLORENSKIJ, P. Il valore magico della parola. Milano: Medusa, 2001.

GRACIÁN, B. Arte de ingenio, Tratado de la Agudeza. Madrid: Cátedra, 1998.

HANSEN, J. A. Prefácio. In: PÉCORA, A. B. Teatro do sacramento: a unidade teológico-retórico-política dos sermões de Antonio Vieira. Campinas: Ed. da Unicamp; São Paulo: EDUSP, 1994. p. 15-36.

______. Sistemas doutrinários da representação nas obras de Antônio Vieira. In: AZEVEDO, S. M; COSTA RIBEIRO, V. (Org.). Vieira: vida e palavra. São Paulo: Loyola, 2008. p. 156-182.

HENRY, M. Eucaristia e fenomenologia nella riflessione filosofica contemporanea In: REALI, N. (Org.). Il mondo del sacramento: teologia e filosofia a confronto. Milano: Paoline, 2001. p. 125-133.

KOLVENBACH, P. H. Foli per Cristo: la sapienza di Maestro Ignazio. Roma: Borla, 1999.

LEITE, S. História da Companhia de Jesus no Brasil. Lisboa: Portugalia; Rio de Janeiro: Civilizacão Brasileira, 1938-1950. v. 4.

LINS, I. Aspectos do Padre Antonio Vieira. Rio de Janeiro: São José, 1956.

LISBOA, J. F. Vida do Padre Antonio Vieira. São Paulo: Jackson, 1952.

LOBO, F. A. Memória histórica e critica acerca do Padre António Vieira e das suas Obras. Coimbra: Imprensa da Universidade, 1897.

MAJORANA, B. Il pulpito e l´attrice il teatro nella predicazione di Paolo Segneri en fantasmi femminili nel castello dell´incoscio maschile: atti del convegno internazionale. Genova: Costa & Nolan, 1996.

MARTINS DE ASSIS, R. A fineza do amor nos sermões do mandato do Padre Antonio Vieira. In: MASSIMI, M.; CARVALHO DA SILVA, P. J (Org.). Os olhos vêem pelo coração: conhecimento psicológico das paixões na história da cultura brasileira dos séculos XVI a XVII. Ribeirão Preto: Holos, 2001. p. 65-67.

MASSIMI, M. Identidade, tempo, profecia na visão do Padre Antonio Vieira. Memorandum: Memória e História em Psicologia, v. 1, n. 1, 2003. Disponível em: . Acesso em: 22 out. 2009.

______. Palavras, almas e corpos no Brasil colonial. São Paulo: Loyola, 2005.

MASSIMI, M.; CARVALHO DA SILVA, P. J. (Org.). Os olhos vêem pelo coração: conhecimento psicológico das paixões na história da cultura brasileira dos séculos XVI a XVII. Ribeirão Preto: Holos, 2001.

MENDES, M. V. A oratória barroca de Vieira. Lisboa: Caminho, 1989.

PALACÍN, L. G. Vieira: entre o reino imperfeito e o reino consumado. São Paulo: Loyola, 1998.

PÉCORA, A. B. Teatro do sacramento: a unidade teológico-retórico-política dos sermões de Antonio Vieira. Campinas: Unicamp; São Paulo: EDUSP, 1994.

PÉCORA, A. B. Introdução: sermões, o modelo sacramental. In: VIEIRA, A. Sermões. São Paulo: Hedra, 2000. Tomo I, p. 25.

RAIMONDI, E. Trattatisti e narratori del Seicento. Milano-Napoli: Riccardo Ricciardi, 1960.

ROMANO, A.; FABRE, P. A. Presentation. Les jésuites dans le monde moderne: nouvelles approches. Reveu de Synthèse, n. 2/3, p. 247-260, 1999.

SARAIVA, A. J. O discurso engenhoso. São Paulo: Perspectiva, 1980.

VIEIRA A. Sermões. Erechim: Edelbra, 1998. 12 v.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/pp.v2i1.13778

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.