Tendências e relações entre a orientação sexual e o Cristianismo no Brasil

Uipirangi Franklin da Silva Câmara

Resumo


O presente artigo tem como pano de fundo um projeto que procura apresentar alternativas teológicas que deem conta de pensar a possibilidade e viabilidade de que pessoas homossexuais possam expressar sua espiritualidade de forma livre e completa nas comunidades cristãs brasileiras. Nesse sentido, procura apresentar um panorama da homossexualidade no Brasil, pontuando momentos diversos, valores, projetos e colocando em relevo a questão da identidade homossexual, principalmente, uma referência à mesma como perversão, anormalidade, crime e doença, reservando às pessoas homossexuais, o estigma, marginalização e exclusão. O texto procurará pontuar a busca por uma identidade alternativa por parte das pessoas homossexuais, tanto do ponto de vista teórico, procurando novas possibilidades conceituais, quanto do ponto de vista político, articulando-se em busca de seus direitos como cidadãos.

Palavras-chave


Orientação sexual; Identidade; Cristianismo; Teologia; Pessoa humana.

Texto completo:

PDF

Referências


BITTENCOURT, S. Uma vida de sucesso! Como uma homossexual brasileira se deu bem na Microsoft. São Paulo: Summus, 2003.

BOSWELL, J. Cristianismo, tolerância social y homosexualidad. Barcelona: Muchinik, 1993.

CASTAÑEDA, M. A experiência homossexual: explicações e conselhos para os homossexuais, suas famílias e seus terapeutas. São Paulo: A Girafa, 2007.

CENTRO PARANAENSE DE CIDADANIA – CEPAC. Educando para a diversidade: como discutir homossexualidade e direitos humanos nas escolas. Guia para Profissionais da Educação CEPAC, Curitiba, v. 1, n. 1, 2006. Disponível em:

. Acesso em: 18 jan. 2008.

COMUNIDADE Cristã Gay de São Paulo. Disponível em: . Acesso em: 16 jan. 2008.

DIAS, M. B. União homossexual: o preconceito e a justiça. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2000.

ESTADO DE SÃO PAULO. Câmara dos Deputados. Projeto de Lei 5003/200, 7 de agosto de 2001. Determina sanções às práticas discriminatórias em razão da orientação sexual das pessoas. Disponível em: . Acesso em: 18 jan. 2008.

FÉRES-CARNEIRO, T. et al. A escolha amorosa e interação conjugal na heterossexualidade e na homossexualidade. Psicologia Reflexão Crítica, v. 10, n. 2, p. 351-368, 1997.

FRANÇA, I. L.; SIMÕES, J. A. Do “queto” ao mercado. In: GREEN, J. N.; TRINDADE, R. (Org.). Homossexualismo em São Paulo e outros escritos. São Paulo: Ed. da UNESP, 2005. p. 309-336.

FRY, P. Para inglês ver: identidade e política na cultura brasileira. Rio de Janeiro: J. Zahar, 1982.

FRY, P.; MACRAE, E. O que é homossexualidade. 2. ed. São Paulo: Brasiliense, 1983. (Coleção Primeiros Passos).

GREEN, J. N.; TRINDADE, R. (Org.). Homossexualismo em São Paulo e outros escritos. São Paulo: Ed. da UNESP, 2005.

HARDIN, K. Autoestima para homossexuais: um guia para o amor-próprio. São Paulo: Summus, 2000.

HELMINIAK, D. A. O que a Bíblia realmente diz sobre a homossexualidade. São Paulo: Summus, 1998.

HOMOSSEXUAIS dizem que prezam a fidelidade. Isto É, n. 1703, p. 68-72, 22 maio 2002.

HOMOSSEXUAIS “curados” nunca foram de fato homossexuais. Disponível em: . Acesso em: 16 jan. 2008.

ISAY, R. A. Tornar-se gay. São Paulo: Summus, 1998.

MACRAE, E. Em defesa do queto. In: GREEN, J. N.; TRINDADE, R. (Org.). Homossexualismo em São Paulo e outros escritos. São Paulo: Ed. da UNESP, 2005.

MOTT, L. J. Misericórdia: a inquisição portuguesa e a repressão ao nefando pecado de sodomia. In: NOVINSKI, A.; CARNEIRO, M. L. T. (Org.). Inquisição: ensaios sobre mentalidades, heresias e arte. Rio de Janeiro: Expressão e Cultura; São Paulo: EDUSP, 1992. p. 703-838.

MOTT, L. Pagode português: a subcultura gay nos tempos inquisitoriais. Ciência e Cultura, n. 40, p. 120-139, 1988.

MOTT, L. Homossexualidade e Cristianismo. Disponível em: . Acesso em: 16 jan. 2008.

NUNAN, A. Homossexualidade: do preconceito aos padrões de consumo. Rio de Janeiro: Caravansarai, 2003.

O QUE AS IGREJAS são chamadas a fazer. Disponível em: . Acesso em: 16 jan. 2008.

PEREIRA, R. Casamento evangélico e gay: a nova igreja contemporânea abriga ex-pastores e fiéis expulsos de outras denominações por serem homossexuais. Revista Época, n. 501, 2007. Disponível em: . Acesso em: 16 jan. 2008.

PIERONI, G. Os excluídos do reino: a inquisição portuguesa e o degredo para o Brasil colônia. Brasília: Ed. da UnB; São Paulo: Imprensa Oficial do Estado, 2000.

RIESENFELD, R. Papai, mamãe, sou gay! Um guia para compreender a orientação sexual dos filhos. São Paulo: Summus, 2002.

ROMER, K. J. Eles estão errados. Revista Veja, edição 1815, ano 36, n. 32, p. 11-15, 13 ago. 2003. Páginas amarelas.

SILVA, V. G. Representação social dos papéis sexuais ativo e passivo nas relações homoeróticas. Revista Sanitas (UEPB), ano 7, n. 14, 2002.

SOUZA, P. Confidências da carne: o público e o privado na enunciação da sexualidade. Campinas: Ed. da Unicamp, 1997.

VALÉRIO, C. Homossexuais curados e libertos. 2006. Disponível em: . Acesso em: 16 jan. 2008.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/revistapistispraxis.6044

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.