ARTE E GÊNERO ANDROGINIDADE: A DIALÉTICA DO APOGEU

Sonia Lyra

Resumo


Método, método, que queres de mim? Bem sabes que comi do fruto do inconsciente,diz Jules Laforgue, em seu Moralités Légendaires. O método e a imagem evocam a psicologia do maravilhamento entre o feminino e o masculino na esperança de reanimar o encontro numa nova dialética: andrógina! Não serão abordadas aqui as dimensões físico-biológicas do masculino e do feminino, ainda que não sejam exclusas, mas como diz Henri Bosco em Un rameau de la nuit: as inexauríveis reservas de vida latente que vamos buscar no feminino, sustentado pela força masculina do verbo: anima e animus. A paz dos gêneros, comenta Gaston Bachelard, é procurada pela sabedoria atrativa do esposo e a gravitação amorosa da esposa, a verdadeira situação espiritual,tão terrível e tão bela!

Palavras-chave


Inconsciente; Androginidade; Dialética; Gênero; Sabedoria.

Texto completo:

PDF

Referências


ABBAGNANO, N. Dicionário de filosofia. São Paulo: M. Fontes, 1998.

BACHELARD, G. A poética do devaneio. São Paulo: M. Fontes, 2001.

BENOIT, P. L´Atlantide. Paris: Albin Michel, 1927.

BOSCO, H. Un rameau de la nuit. Paris: Flammarion, 1950.

CAROTENUTO, A. Trattato di psicologia analítica: la dimensione clinica. Torino: UTET, 1992.

FURY, D. Johnny Weissmuller: twice the hero. Minneapolis: Artist’s Press, 2000.

HAGGARD, R. She. New York: Barnes and Noble Books, 2004.

HARDY, T. The well-beloved: a sketch of a temperament. New York: Harper & Brothers, 1912.

JUNG, C. G. O homem e seus símbolos. São Paulo: M. Fontes, 1977.

JUNG, C. G. Estudos sobre psicologia analítica. Petrópolis: Vozes, 1978.

JUNG, C. G. Tipos psicológicos. Petrópolis: Vozes, 1991.

KAST, V. A imaginação como espaço de liberdade: diálogo entre o ego e o inconsciente. São Paulo: Loyola, 1997.

KENNETH, O. M. Lloyd George (British prime ministers). England: Littlehampton Book Services, 1974.

LAFORGUE, J. Moralités legendaires. Paris: Flammarion, 2009.

SHAKESPEARE, W. Tristão e Isolda. England: Kindle, 2006.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/revistapistispraxis.6039

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.