Submissões

Submissões Online

Já possui um login/senha de acesso à revista Estudos de Biologia?
Acesso

 

Diretrizes para Autores

Manuscritos

     Os manuscritos devem ser submetidos por meio eletrônico no endereço. O manuscrito deve estar em formato.DOC, fonte Times New Roman 12, espaçamento 1,5, com numeração contínua de linhas. Todas as margens deverão ser ajustadas para 3 cm, tamanho de página A4 e páginas numeradas sequencialmente. O manuscrito submetido (documento principal, acrescido de documentos suplementares, como figuras e tabelas) poderá conter até 50 mil caracteres (com espaços).

Primeira página

     Deve conter o título em português, em negrito, fonte 14, centralizado. Logo abaixo, apresentar o título em inglês, em itálico, fonte 12, centralizado. Os títulos devem ser concisos e diretos, refletindo claramente o tema da contribuição. Menções a gêneros e espécies devem ser seguidas pelos respectivos autores e anos de descrição e pela indicação de categorias lineanas mais inclusivas entre parênteses. Por exemplo: Apis mellifera Linnaeus, 1758 (Hymenoptera: Apidae). Tillandsia usneoides L. (Bromeliaceae).

     Abaixo dos títulos devem estar os nomes dos autores, acompanhados de letra minúscula, sobrescrita, entre chaves [a], indicando em nota, nas linhas seguintes, a titulação, o vínculo institucional e o e-mail, além do endereço profissional de um dos autores.

Segunda página

Resumo e Abstract

     O texto deve ser corrido, sem referências bibliográficas, em parágrafo único. Ao fim do resumo, citar até cinco palavras-chave à escolha dos autores, em ordem alfabética, separadas por ponto, não repetindo palavras do título.

     Resumo e Abstract devem conter entre 100 e 250 palavras cada, apresentando a abordagem, os objetivos e o contexto da proposta do estudo, com resultados e conclusões. O Abstract deve estar todo em itálico.

Terceira página e subsequentes

Introdução

     Deve situar o universo em que se insere a pesquisa realizada e apontar, de maneira concisa, o propósito do estudo. A introdução não deve incluir dados ou conclusões do trabalho, mas apresentar de forma clara e objetiva a pergunta inicial que originou o trabalho, as hipóteses, os objetivos e a justificativa.

Material e métodos

     Esta seção deve ofertar, de forma resumida e objetiva, informações que permitam que o estudo seja replicado por outros pesquisadores. Referenciar em termos bibliográficos as técnicas utilizadas.

Resultados

     Devem oferecer descrição sintética das novas descobertas, com pouco parecer pessoal e, com raras exceções, sem referência a dados de terceiros.

Citar figuras, quadros e tabelas no texto em ordem numérica crescente.

Citar números e unidades da seguinte forma:

-  Números até nove deverão ser citados por extenso, a menos que sejam seguidos de unidades de medida ou indiquem numeração de figuras ou tabelas.

-  Separar as unidades dos valores por um espaço (exceto para porcentagens ou para coordenadas geográficas).

-  Para unidades compostas, utilizar exponenciação, e não barras (Ex.: mg×dia-1, não mg/dia).

-  Para fórmulas mais complexas, utilizar o Equation, recurso presente no próprio Word.

Discussão

     Interpretar os resultados e relacioná-los aos conhecimentos existentes, principalmente os que foram indicados anteriormente na introdução. Esta parte deve ser apresentada separadamente dos resultados e deve estar baseada em literatura recente e de qualidade.

Excepcionalmente, resultados e discussão podem estar em um único tópico, desde que corretamente justificado.

Conclusão ou Considerações finais

     Devem limitar-se ao propósito das novas descobertas relacionando-as ao conhecimento já existente. Utilizar citações somente quando forem indispensáveis.

Agradecimentos (item opcional)

Devem ser concisos.

Referências

 

Notas científicas, relato de casos, revisões, ensaios e resenhas

     Notas científicas, relatos de casos, revisões, ensaios e resenhas só serão aceitos mediante convite ou aprovação dos editores da Revista. As notas científicas e os relatos de casos devem conter no máximo 10 mil caracteres (com espaços), com as mesmas seções do artigo completo. Revisões, ensaios e resenhas devem conter título, autores, resumo, palavras-chave, abstract, keywords, argumentações e referências.

Ilustrações

     Ilustrações (figuras e gráficos) devem ser limitadas ao mínimo indispensável, apresentadas no corpo do texto e submetidas em arquivos separados, em formato JPG ou TIF, com resolução mínima de 300 DPI, identificadas e numeradas consecutivamente em algarismos arábicos. Não serão aceitas figuras que ultrapassem o tamanho estabelecido ou que apresentem qualidade gráfica ruim. Sempre que possível e pertinente, as ilustrações deverão ser arranjadas em bloco com dimensões proporcionais a 17 x 22 cm. As legendas devem ser colocadas abaixo das ilustrações e conter a origem da informação. Os autores devem atentar para o tamanho das fontes, pois as imagens podem ser reduzidas durante o processo de editoração. As ilustrações coloridas serão disponibilizadas apenas na versão online da revista.

Quadros e tabelas

     Os quadros e as tabelas devem ser montados com recursos do próprio editor de texto, identificados e numerados consecutivamente em algarismos arábicos, e apresentados no corpo do texto. Não apresentar os mesmos dados em figura e tabela nem repetí-los no texto. Na montagem das tabelas, seguir as normas de apresentação tabular (IBGE, 1993) e o sistema internacional de unidades métricas (INMETRO, 2007) para as medidas e abreviações das unidades. Nunca inserir linhas verticais nem preen­chimento de célula.

Nomes científicos

     Os nomes científicos de gêneros e espécies, na primeira vez em que sejam citados no texto, devem vir escritos por extenso, sem abreviaturas e acompanhado do respectivo nome do autor, data da descrição original, bem como das famílias a que pertencem. A partir daí, o nome do gênero pode ser abreviado, exceto no início de frases. 

     Em trabalhos de cunho taxonômico, apresentar ao fim da seção Material e Métodos as citações de material examinado, contendo no mínimo as acrossemias da instituição em que o material biológico esteja tombado, o número de tombamento, o Estado, o município e a localidade de coleta, conforme o modelo a seguir: BRASIL. Paraná: Lapa, Gruta do Monge, 23-XII-2008. R. Kersten 1725 (HUCP, MBM).

Citações e Referências

     As referências devem seguir o estilo APA (American Psychological Association); para situações não exemplificadas, favor consultar o manual. Recomendamos o uso de ferramentas como o EndNote ou  Reference Manager para gerenciamento de referências e formatação.

     Em citação ao longo do texto, seguir o esquema autor-data. Os autores citados no texto devem estar com apenas a primeira letra do nome em maiúsculas; os sobrenomes dos autores devem vir separados por ‘e’ quando fizerem parte do texto e por ‘&’ quando dentro de parênteses: Moura-Leite e Bernarde (1998)/(Moura-Leite & Bernarde, 1998). Em citações com dois a cinco autores, citar todos na primeira vez e então, apenas o primeiro seguido da expressão latina ‘et al.’ (sem itálico e seguida de ponto); quando fora do texto, as citações devem ser listadas em ordem cronológica, separando autores dos anos de publicação por ‘,’ e diferentes autores por ‘;’ (Abilhoa et al., 2004; Fischer, 2007, 2008; Kersten, 2010).  Trabalho com autor e data coincidentes, acrescentar letras minúsculas, sem espaços, separados por ‘,’ (Kersten et al., 2009a, b).

     Nas referências, seguir a ordem alfabética e cronológica de autores. Os autores devem ser separados por vírgula, exceto o último, que deve ser separado por ‘&’. Nas obras com mais de seis autores, indicar os seis primeiros e acrescentar a expressão ‘et al.’, a partir do sétimo. Nomes dos periódicos ou títulos de livros e teses deverão ser grafados por extenso e em itálico. O parágrafo deve estar justificado com a segunda linha recuada até o terceiro caractere. Ver exemplos a seguir:

Abilhoa, V., Lima, L. C., Torres, M. A. P., & Valério, P. R. B. (2009). Estrutura populacional, hábitos alimentares e aspectos reprodutivos de Charax stenopterus (COPE, 1894) (Teleostei, Characidae): Uma espécie introduzida no reservatório do Passaúna, Sul do Brasil. Estudos de Biologia, 31(73), 15-21.

Bentes, B. S., Isaac, V. J., Espírito-Santo, R. V., Frédou, T., Almeida, M. C., Mourão, K. R. M. et al. (2012). Abordagem multidisciplinar para a identificação dos sistemas de produção pesqueira na costa Norte do Brasil. Biota Neotropica, 12(1), 11. Recuperado em 8 de julho de 2011 em http://www.biotaneotropica.org.br/v12n1/pt/abstract? article+bn00512012012

Faegri, K., & van der Pijl, L. (1979). The principles of pollination ecology (3a ed.). Oxford: Pergamon Press.

Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância de Saúde. Programa Nacional de DST e Aids. (2004). Recomendações para a profilaxia da transmissão vertical do HIV e terapia anti-retroviral em gestantes. Brasília: Ministério da Saúde.

Moura-Leite, J. C., Morato, S. A. A., & Bérnils, R. S. (1994). Método para a caracterização da herpetofauna em Estudos Ambientais. In Superintendência dos Recursos Hídricos e Meio Ambiente – SUREHMA. (Org.). Guia de avaliação de impactos ambientais (pp. 115-132). Curitiba: SUREHMA.

Norman, I. J., & Redfern, S. J. (1996). Mental health care for elderly people. New York: Churchill Livingstone.

Silva, J. M. C., & Casteleti, C. H. (2003). Status of the biodiversity of the Atlantic Forests of Brazil. In C Galindo-Leal & I. G. Câmara, (Eds.). The Atlantic Forests of South America: Biodiversity status, threats, and outlook (pp. 43-59). Washington: Island Press.

Sandwith, N. Y. & Hunt, D. R. (1974). Bignoniáceas. (Flora Ilustrada Catarinense). Itajaí: Herbário Barbosa Rodrigues.

Zerati, A. E., Nishinari, K., Yazbek, G., Wolosker, N., & Fonseca, F. P. (2007). Abdominal aortic pseudo-aneurysm associated with a metastatic germ cell tumor: A rare complication. Clinics, 62(5), 657-660. doi: dx.doi.org/10.1590/S1807-59322007000500023

     Citar dissertações ou teses somente em caráter excepcional, quando as informações nelas contidas forem imprescindíveis para o entendimento do trabalho e quando não estiverem publicadas na forma de artigos científicos. Nesse caso, utilizar o seguinte formato:

Faucz, F. R. (2003). Análise da variabilidade do gene CFTR em populações brasileiras. Tese de Doutorado, Universidade Federal do Paraná, Curitiba.

     Não serão aceitas referências de monografias de conclusão de curso de graduação, de resumos de congressos, simpósios, workshops e assemelhados.

     Sugere-se acessar um artigo já publicado para verificar a formatação da revista.

 

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.

  1. A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao editor".
  2. O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF.
  3. URLs para as referências foram informadas quando possível.
  4. O texto está em espaço simples; usa uma fonte de 12-pontos; emprega itálico em vez de sublinhado (exceto em endereços URL); as figuras e tabelas estão inseridas no texto, não no final do documento na forma de anexos.
  5. O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na página Sobre a Revista.
  6. Em caso de submissão a uma seção com avaliação pelos pares (ex.: artigos), as instruções disponíveis em Assegurando a avaliação pelos pares cega foram seguidas.

  7. O autor garante que os trabalhos submetidos a esta revista são originais e não foram elaborados com violação a quaisquer direitos de terceiros, tendo obtido todas as autorizações necessárias para inclusão de conteúdos complementares, tais como mas não restritos a traduções, ilustrações, quadros e citações, as quais o autor também se compromete a indicar a fonte precisa de onde foram obtidos. O autor ainda declara que os trabalhos não contém declarações difamatórias, que atentem contra moral, bons costumes, código de conduta do Grupo Marista e/ou que viole direitos de propriedade intelectual.
 

Declaração de Direito Autoral

O autor transfere, por meio de cessão, à EDITORA UNIVERSITÁRIA CHAMPAGNAT, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ/MF sob o n.º 76.659.820/0009-09, estabelecida na Rua Imaculada Conceição, n.º 1155, Prado Velho, CEP 80.215-901, na cidade de Curitiba/PR, os direitos abaixo especificados e se compromete a cumprir o que segue:

 

  1. Os autores afirmam que a obra/material é de sua autoria e assumem integral responsabilidade diante de terceiros, quer de natureza moral ou patrimonial, em razão de seu conteúdo, declarando, desde já, que a obra/material a ser entregue é original e não infringe quaisquer direitos de propriedade intelectual de terceiros.
  2. Os autores concordam em ceder de forma plena, total e definitiva os direitos patrimoniais da obra/material à EDITORA UNIVERSITÁRIA CHAMPAGNAT, a título gratuito e em caráter de exclusividade.
  3. A CESSIONÁRIA empregará a obra/material da forma como melhor lhe convier, de forma impressa e/ou on line, inclusive no site do periódico da EDITORA UNIVERSITÁRIA CHAMPAGNAT, podendo utilizar, fruir e dispor do mesmo, no todo ou em parte, para:
  • Autorizar sua utilização por terceiros, como parte integrante de outras obras.
  • Editar, gravar e imprimir, quantas vezes forem necessárias.
  • Reproduzir em quantidades que julgar necessária, de forma tangível e intangível.
  • Adaptar, modificar, condensar, resumir, reduzir, compilar, ampliar, alterar, mixar com outros conteúdos, incluir imagens, gráficos, objetos digitais, infográficos e hyperlinks, ilustrar, diagramar, fracionar, atualizar e realizar quaisquer outras transformações, sendo necessária a participação ou autorização expressa dos autores.
  • Traduzir para qualquer idioma.
  • Incluir em fonograma ou produção audiovisual.
  • Distribuir.
  • Distribuir mediante cabo, fibra ótica, satélite, ondas ou qualquer outro sistema que permite ao usuário realizar a seleção da obra ou produção para recebê-la em tempo e lugar previamente determinados por quem formula a demanda e nos casos em que o acesso às obras ou produções se faça por qualquer sistema que importe em pagamento pelo usuário.
  • Incluir e armazenar em banco de dados, físico, digital ou virtual, inclusive nuvem.
  • Comunicar direta e/ou indiretamente ao público.
  • Incluir em base de dados, arquivar em formato impresso, armazenar em computador, inclusive em sistema de nuvem, microfilmar e as demais formas de arquivamento do gênero;
  • Comercializar, divulgar, veicular, publicar etc.
  • Quaisquer outras modalidades de utilização existentes ou que venham a ser inventadas. 
  1. Os autores concordam em conceder a cessão dos direitos da primeira publicação (ineditismo) à revista, licenciada sob a CREATIVE COMMONS ATTRIBUTION LICENSE, que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria.
  2. Os autores autorizam a reprodução e a citação de seu trabalho em repositórios institucionais, página pessoal, trabalhos científicos, dentre outros, desde que a fonte seja citada.
  3. A presente cessão é válida para todo o território nacional e para o exterior.
  4. Este termo entra em vigor na data de sua assinatura e é firmado pelas partes em caráter irrevogável e irretratável, obrigando definitivamente as partes e seus sucessores a qualquer título.
  5. O não aceite do artigo, pela EDITORA UNIVERSITÁRIA CHAMPAGNAT, tornará automaticamente sem efeito a presente declaração.

 

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.