Estrutura trófica das aves da Cidade Universitária de Dourados - Mato Grosso do Sul

Rafael Henrique de Tonissi e Buschinelli de Goes, Leonardo de Oliveira Seno, Mayara Cáceres

Resumo


O presente trabalho teve como objetivo avaliar a estrutura trófica da avifauna da Cidade Universitária de Dourados, MS, composta pela Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) e Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS). Entre os anos de 2017 e 2019 foram identificadas 142 espécies alocadas em um total de 43 famílias, com destaque para as famílias Tyrannidae (19) e Thaupidae (16). Considerando as estruturas tróficas, as análises de correspondências múltiplas demonstraram que as aves onívoras (28,25%) e granívoras (26,70%) representaram a maior parte das contribuições, totalizando 54,95%. Pela análise de Cluster comprovou-se a representação das estruturas tróficas, com destaque para o grupo trófico de onívoros e granívoros, seguidos pelos insetívoros e frugívoros. A sazonalidade e a disponibilidade de alimento influencia a composição dos grupos tróficos, destacando-se na Cidade Universitária os grupos onívoros e granívoros. O grau de urbanização apresentado pelo câmpus universitário relaciona-se à maior ocorrência de espécies generalistas.


Palavras-chave


Avifauna. Observação de aves. Ornitologia.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.7213/acad.2021.19010

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2021 Revista Acadêmica Ciência Animal