Prevalência e intensidade de infecção por Ascaridia sp. em papagaios-verdadeiros

Roberta Cristine Jordano Brito, Andressa Kagohara, Luciano da Silva Alonso, Luiz Ricaro de Oliveira Roberto, Thaís Ribeiro Correia Azevedo, Lauren de Freitas Baqueiro, Daniel de Almeida Balthazar

Resumo


Amazona aestiva é uma espécie com grande representatividade no Centro de Triagem de Animais Silvestres do Rio de Janeiro (CETAS- RJ). Infecções parasitárias ainda são um dos principais problemas de saúde das aves silvestres mantidas em cativeiro. Objetivou-se neste estudo descrever a prevalência e intensidade de infecção por Ascaridia sp. em carcaças de papagaios–verdadeiros (Amazona aestiva Linnaeus, 1758) oriundos do CETAS-RJ. Dos animais submetidos à necropsia, 48% (12/25) estavam infectados. No intestino de um indivíduo foram encontrados 172 parasitos. Os parasitas encontrados foram identificados pelo setor de parasitologia da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ). Todos os animais afetados (12/12) albergavam endoparasitas do gênero Ascaridia sp. em intestino e em uma das carcaças (1/12) também foram observados dois indivíduos do mesmo parasita no inglúvio. De acordo com resultados obtidos, conclui-se que as carcaças de Amazona aestiva analisadas estavam com alta infecção parasitária. Limpeza do local, quarentena das aves novas no plantel e medicação às aves positivas são medidas de controle que devem ser instituídas, visando quebrar o ciclo de transmissão.


Palavras-chave


Ascaridíase. Psitaciforme. Superlotação.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.7213/acad.2021.19011

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2021 Revista Acadêmica Ciência Animal