Viver em ritmo menos acelerado: Sobre tempos de pausa e o cuidado com a vida na Bíblia

Haroldo Reimer, Ivoni Richter Reimer

Resumo


O contexto da pandemia do Sars-Covid-19 é o motivador hermenêutico do presente artigo, que busca colocar em foco alguns textos da Bíblia que propõem a observância de tempos de pausa em meio aos ritmos de trabalho. São fragmentos textuais que se originaram ao longo da história dos antigos hebreus, propondo a heterotopia de que em meio ao curso normal das jornadas de trabalho e de tempo houvesse tempos de pausa. Trata-se de tradições sabáticas, que carregam consigo a temática do cuidado da vida. Referem-se ao sábado como dia de descanso, ao ano sabático para descanso da terra e para livre acesso aos frutos pelos pobres e pelos animais, bem como de perdão de dívidas. Na boca de Jesus de Nazaré, esta tradição ganhou a defesa mais contundente e mais conhecida, afirmando que o dia de sábado deve estar em função das pessoas e não o contrário. Nas tradições judaica e cristã trata-se de uma radical defesa do necessário cuidado com a vida, que poderia ser assumida hoje como heterotopia também em termos de espiritualidade.


Palavras-chave


Tradição sabática. Tempo de pausa. Ecologia. Heterotopia. Espiritualidade.

Texto completo:

PDF

Referências


BOFF, Leonardo. “Coronavírus é uma resposta do planeta". Brasil de Fato, 20jun2020. Disponível em: https://www.brasildefato.com.br/2020/06/20/leonardo-boff-coronavirus-e-uma-resposta-do-planeta. Acesso em: 20out2020.

CASTRO, Hamilton. Devolvei a César o que pertence a César: a vida incômoda de um camponês galileu frente a Roma. São Paulo: Fonte Editorial, 2019.

CRÜSEMANN, Frank. A Torá. Teologia e história social da lei do Antigo Testamento. Tradução de Haroldo Reimer. Petrópolis: Vozes, 2001.

FOUCAULT, Michel. Microfísica do Poder. 28 ed. Rio de Janeiro: Paz & Terra, 2014.

GARMUS, Ludovico. O descanso da terra: uma releitura de Êx 23,10-22 e Lv 25,1-7. Estudos Bíblicos, Petrópolis, n. 58, p. 98-115, 1998.

GASS, Ildo Bohn. O ano do jubileu, um ano de libertação: Lv 25. Estudos Bíblicos, Petrópolis; São Leopoldo, nº 57, p. 9-23, 1998.

GUERRA, Danilo Dourado. Heróis em Cena: a construção paradigmática contracultual da mesocristologia joanina. Tese (Doutorado em Ciências da Religião), Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Goiânia, 2018.

MARQUES, Luiz. “A pandemia incide no ano mais importante da história da humanidade. Serão as próximas zoonoses gestadas no Brasil?”. Disponível em: https://www.unicamp.br/unicamp/noticias/2020/05/05/pandemia-incide-no-ano-mais-importante-da-historia-da-humanidade-serao-proximas?fbclid=IwAR3Py0rCKbqDbVb-cv1SObkbGBPUNWCPG-qIc9fi4flU5OEiVeT3zHIDZKE. Acesso em: 05 de maio de 2020.

MORIN, Edgar; HAIDT, Jonathan. Lições da pandemia: o despertar para as grandes verdades humanas. Fronteiras do Pensamento, 23.07.2020, s/p. Disponível em: https://www.fronteiras.com/artigos/licoes-da-pandemia-o-despertar-para-as-grandes-verdades-humanas. Acesso em: 04.08.2020.

PIXLEY, Jorge. O sábado: festa e sinal. Revista de Interpretação Bíblica Latino-Americana, Petrópolis, n. 33, p. 23-32, 1999.

REIMER, Haroldo. O antigo Israel. História, textos e representações. São Paulo: Fonte Editorial; Anápolis: Editora da UEG, 2017.

REIMER, Haroldo; RICHTER REIMER, Ivoni. Tempos de graça. O jubileu e as tradições jubilares na Bíblia. São Leopoldo: CEBI; Sinodal; São Paulo: Paulus, 1999.

REIMER, Haroldo; RICHTER REIMER, Ivoni. Sábado e vida digna. Estudos Bíblicos, Petrópolis, n. 100, p. 79-92, 2008.

RICHTER REIMER, Ivoni. Construção de Heterotopias socioculturais nas origens de

comunidades judaico-cristãs. Caminhos, Goiânia, v. 2, n. 1, p. 113-122, 2004.

RICHTER REIMER, Ivoni (org.). Economia no mundo bíblico: enfoques sociais, históricos e teológicos. São Leopoldo: Sinodal; CEBI, 2006.

RIVERO DE GUTIÉRREZ, Maria Gaby. O cuidado com a vida. Revista da Escola de Enfermagem da USP, São Paulo, v. 39, n. 3, editorial, 2005. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0080-62342005000300001. Acesso em: 20mar2021.

SCHROER, Silvia; STAUBLI, Thomas. Simbolismo do Corpo na Bíblia. Tradução: Paulo Ferreira Valério. São Paulo: Paulinas, 2003.

SCHWANTES, Milton. O Direito dos Pobres. São Leopoldo; São Bernardo do Campo: Oikos; Editeo, 2013.

SILVA, Valmor da. Direito à terra, direito à vida: Perspectivas ecológica a partir de Levítico 25. Fragmentos de cultura. Goiânia, v. 26, n. 4, p. 596-606, out./dez. 2016.




DOI: https://doi.org/10.7213/2175-1838.13.02.DS09

Apontamentos

  • Não há apontamentos.