Vestígios da trajetória de Edith Stein rumo ao Carmelo

Autores

DOI:

https://doi.org/10.7213/2175-1838.13.espec.DS13

Palavras-chave:

Fenomenologia, Mística, Espiritualidade, Mulher, Edith Stein.

Resumo

Edith Theresa Hedwig Stein nasceu em Breslávia, Polônia, em 1891, e morreu como mártir no Campo de Concentração de Auschwitz, em 9 de agosto de 1942. Foi canonizada como Santa Teresa Benedita da Cruz, tendo sido santa, filósofa e teóloga alemã nascida judia que se converteu à Igreja Católica. Entender a relação entre filosofia e tradição cristã em Edith Stein só é possível tento em vista sua trajetória de formação humana, cultural, cívica e religiosa de matizações diversas. Sendo assim, é possível compreender que sua trajetória espiritual está intimamente ligada às posições filosóficas e, sobretudo, a profundas experiências intelectuais e religiosas. Neste sentido, conforme enunciado no título, assumimos aqui a tarefa, na medida do possível, de encontrar e evidenciar alguns vestígios da trajetória de Edith Stein rumo ao Carmelo. Santa Teresa Benedita da Cruz foi canonizada, em 1998, por João Paulo II, que a chamou “Ilustre filha de Israel”. Em Audiência Geral de 8 de agosto de 2018, o Papa Francisco recordou a santa como “mulher de diálogo e de esperança”.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Renato Kirchner, Pontifícia Universidade Católica de Campinas

 Doutor em Filosofia, professor da Faculdade de Filosofia e pesquisador e coordenador do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Religião da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas). 

Referências

ALES BELLO, A. et al. (org.). Fenomenologia e experiência religiosa. Curitiba: Juruá Editora, 2020.

ALES BELLO, A. Edith Stein (1891-1942). In: PENZO, G.; GIBELLINI, R. (org.). Deus na filosofia do século XX. 4. ed. São Paulo: Loyola, 2012. p. 313-321.

KIRCHNER, R. Traduzir ou de “onde” ler e interpretar Edith Stein em português? In: SANTOS, G.L. dos; FARIAS, M.R. (org.). Edith Stein: a pessoa na filosofia e nas ciências humanas. São Paulo: Fonte Editorial, 2014.

MAHFOUD, M.; MASSINI, M. (Org.). Edith Stein e a psicologia: teoria e pesquisa. Belo Horizonte: Artesã, 2013.

STEIN, E. Vida de uma família judia e outros escritos autobiográficos. Trad. Maria do Carmo Ventura Wollny e Renato Kirchner; revisão técnica de Juvenal Savian Filho. São Paulo: Paulus, 2018.

STEIN, E. Obras Completas V: Escritos Espirituales. Burgos: El Carnen, Espiritualidad e Monte Carmelo, 2004.

STEIN, E. La estructura de la persona humana. Madri: BAC, 2002.

STEIN, E. A ciência da cruz. 8. ed. São Paulo: Loyola, 2014.

STEIN, E. Teu coração deseja mais: reflexões e orações. Petrópolis: Vozes, 2012.

STEIN, E. Ser finito e ser eterno. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2019.

STEIN, E. A mulher: sua missão segundo a natureza e a graça. Bauru: Edusc, 1999.

ZUCAL, S. (org.). Cristo na filosofia contemporânea. Vol. II: O século XX. São Paulo: Paulus, 2006.

Downloads

Publicado

2021-03-31

Como Citar

Kirchner, R. (2021). Vestígios da trajetória de Edith Stein rumo ao Carmelo. Revista Pistis Praxis, 13. https://doi.org/10.7213/2175-1838.13.espec.DS13