Unidade na diversidade: hermenêutica Bíblica nas Ciências da Religião e Teologia

Autores

  • Antônio Renato Gusso FABAPAR

DOI:

https://doi.org/10.7213/2175-1838.11.002.AO05

Palavras-chave:

Hermenêutica Bíblica. Ciências da Religião. Teologia.

Resumo

Este texto procura responder à seguinte pergunta: Partindo-se do princípio de que Ciências da Religião e Teologia, mesmo pertencendo a áreas diferentes do conhecimento, estão na mesma área de avaliação da CAPES, a área 44, é possível que elas trabalhem de forma conjunta e harmônica no tema da Hermenêutica Bíblica? Lançando mão do método da análise comparativa, depois de destacar que, realmente, as duas têm diferenças marcantes, responde positivamente à questão levantada, mostrando que elas trabalham com um objeto comum, ou seja, com a Bíblia, ou bíblias; que existem diferenças nas abordagens deste objeto, mas, que mesmo assim, também são vários os pontos de convergência entre elas neste tema, como o título “unidade na diversidade” já destaca. Sim, isso levanta a possibilidade concreta de trabalhos em conjunto. Inclusive, em sua última parte, são aventadas, ainda que parcialmente, sugestões de projetos que podem ser realizados em cooperação para contribuir positivamente para a questão da Hermenêutica Bíblica para as duas áreas abordadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Antônio Renato Gusso, FABAPAR

Doutor em Ciências da Religião; doutor e pós-doutor em Teologia; pró-reitor de Pós-Graduação Stricto Sensu, e professor das Faculdades Batista do Paraná (FABAPAR) – Curitiba, PR, Brasil.

Referências

AHARONI, Y. et al. Atlas bíblico. Rio de Janeiro: CPAD, 1999, 216p.

BARRERA, J. T. A Bíblia Judaica e a Bíblia Cristã: introdução à história da Bíblia. 2.ed. Petrópolis: Vozes, 1999.

BERGER, K. Hermenêutica do Novo Testamento. São Leopoldo, RS: Sinodal, 1999.

FRANCISCO, Ed. de F. Manual da Bíblia Hebraica: introdução ao texto massorético: guia introdutório para a Biblia Hebraica Stuttgartensia. 3.ed. São Paulo: Vida Nova, 2008. 715p.

GIRALDI, L. A. História da Bíblia no Brasil. 2.ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil. 2013.

GONÇALVES, H. M. Hermenêutica Bíblica. In: BORTOLLETO, F. (org.) Dicionário Brasileiro de Teologia. São Paulo: ASTE, 2008. p. 470-472.

GUNNEWEG, A. H. Hermenêutica do Antigo Testamento. São Leopoldo: Sinodal, 2003.

KÖSTENBERGER, A. J.; PATTERSON, R. D. Convite à interpretação bíblica: a tríade hermenêutica, história, literature e teologia. São Paulo: Vida Nova, 2015.

SCHOLZ, V. Princípios de Interpretação Bíblica: introdução à hermenêutica com ênfase em gêneros literários. 2.ed. Canoas, RS: ULBRA, 2018.

VAUX, R. de. Instituições de Israel no Antigo Testamento. São Paulo: Editora Teológica, 2003. 624p.

WEGNER, U. Exegese do Novo Testamento: manual de metodologia. 2.ed. São Leopoldo: Sinodal; São Paulo: Paulus, 1998.

Downloads

Publicado

2019-08-30

Como Citar

Gusso, A. R. (2019). Unidade na diversidade: hermenêutica Bíblica nas Ciências da Religião e Teologia. Revista Pistis Praxis, 11(2), 508–521. https://doi.org/10.7213/2175-1838.11.002.AO05

Edição

Seção

Artigos