Do mundo vulnerável a “outro mundo possível”: Contribuição de Riechmann e da Laudato Si para tecnociência e sustentabilidade

Autores

  • Afonso Murad Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia

DOI:

https://doi.org/10.7213/2175-1838.10.003.AO05

Palavras-chave:

Ecoteologia, Riechmann, Laudato Si, Tecnociência, Tecnocracia, Sustentabilidade

Resumo

Segundo o filósofo e ambientalista Jorge Riechmann, a tecnociência modifica de tal maneira a natureza e a sociedade, que torna o mundo mais vulnerável. Por isso, são necessárias mudanças estruturais, visando limitar o poder da tecnociência e redirecioná-la em vista de uma sociedade sustentável. O autor assinala as seguintes alternativas: imaginação criativa e responsabilidade, reinvenção do coletivo, gestão da demanda, antecipação social, aplicação do princípio de precaução, um novo contrato social com a ciência e a tecnologia e implementação da Biomimética. Já o Papa Francisco, no capítulo III da Encíclica Laudato Si, analisa o paradigma tecnocrático, como um modelo de compreensão da ciência, de ser humano e do planeta. Denuncia seus riscos, como uma forma de poder destruidor e unidimensional. E propõe atitudes e iniciativas para superação de tal paradigma. O artigo visa mostrar a contribuição de ambos para ecoteologia e a continuidade da vida no planeta.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BECK, U. Sociedade do risco. Rumo a uma outra modernidade. São Paulo: Ed. 34, 2015.

BENYUS, J. M. Biomimética: Inovação inspirada pela Natureza. 9. reimp. São Paulo: Pensamento – Cultrix, 2016.

COMMONER, B. El círculo que se cierra. Barcelona: Plaza y Janés, 1973.

CONFERÊNCIA DE BUDAPESTE. Declaração sobre a Ciência e o uso do conhecimento científico [versão e edição da UNESCO]. Disponível em: <http://livros01.livrosgratis.com.br/ue000111.pdf>. Acesso em: 04 out. 2018.

DALY, H. E. Economia Ecológica. Princípios e aplicações. Lisboa: Piaget, 2004.

DICKSON, D. Tecnología alternativa. Madrid: Blume, 1978.

DOWBOR, L. A governança do sistema: os meios e os fins. In: PASSOS, J. D. (org.). Diálogos no interior da Casa Comum. São Paulo: Paulus, 2016.

DOWBOR, L. A era do capital improdutivo. São Paulo: Outras Palabras, 2017.

DOMÈNECH FIGUERAS, A. La ciencia moderna, los peligros antropogénicos presentes y la racionalidad de la politica de la ciencia y de la técnica. Arbor: Ciencia, pensamiento y cultura, n. 481, p. 9-52, 1985.

ECHEVARRÍA, J. La revolución tecnocientífica. Madrid: FCE, 2003.

EQUIROL, J. M. Ética de la ciéncia y de la técnica. In: GÓMEZ-HERAS, J. M. G. Ética en la frontera. Madrid: Biblioteca Nueva, 2002.

FRANCISCO, P. Carta Encíclica Laudato Si: Sobre o cuidado da Casa Comum. São Paulo: Paulinas, 2015.

GARCIA, E. Notas sobre desarrollo sustentable y propósito consciente. Ecologia política, n. 10, p. 45-58, 1995. Disponível em: <https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=153281>.

MAÇANEIRO, M. A ecologia como parâmetro para a ética, a política e a economia. Um novo capítulo do Ensino Social da Igreja. In: MURAD, A.; TAVARES, S. (orgs.). Cuidar da Casa Comum: Chaves de leitura teológicas e pastorais da Laudato Si. São Paulo: Paulinas, 2016.

MANZINI, E. A. Hacia una nueva ecología del ambiente artificial. Madrid: Celeste Ediciones, 1992.

MOLTMANN, J. Ciência e sabedoria. São Paulo: Loyola, 2007.

MURAD, A. O caminho da consciência ecológica. Dos bloqueios à ação transformadora. Anais do 30º Congresso Internacional da SOTER, 2017a.

MURAD, A. A tecnociência no “mundo vulnerável”. Visão da Ecoteologia, a partir de Jorge Riechmann e a “Laudato Si”. In: CONGRESSO DA ANPTECRE, 6., 2017. Anais... 2017b. Disponível em: <https://drive.google.com/file/d/1VggR8LpCNGTHWMbXGsbEKQEx0NiatogE/view>.

OLIVEIRA, M. A. O paradigma tecnocrático. In: MURAD, A.; TAVARES, S. (orgs.). Cuidar da Casa Comum: Chaves de leitura teológicas e pastorais da Laudato Si. São Paulo: Paulinas, 2016.

RIECHMANN, J. Biodiversidade e Transgênicos: Cultivos e Alimentos Transgênicos. Petrópolis: Vozes, 2002.

RIECHMANN, J. Gente que no quiere viajar a Marte. Ensayos sobre ecologia, ética y autolimitación. Madrid: Catarata, 2004.

RIECHMANN, J. Un mundo vulnerable. Ensayos sobre Ecología, ética y tecnociencia. Madrid: Catarata, 2005a.

RIECHMANN, J. Todos los animales somos Hermanos. Ensayos sobre el lugar de los animales en las sociedades industrializadas. Madrid: Catarata, 2005b.

RIECHMANN, J. Autoconstrucción. La transformacíon cultural que necesitamos. Madrid: Catarata, 2015.

RIECHMANN, J. Derrotó el smartphone al movimiento ecologista? Para una crítica del mesianismo tecnológico. Madrid: Catarata, 2016.

RIERADEVALL, J.; VINYETS, J. Ecodiseño y ecoproductos. Barcelona: Rubes Editorial, 2000.

SUESS, P. Dicionário da Laudato Si: sobriedade feliz. São Paulo: Paulus, 2017.

Downloads

Publicado

2018-12-18

Como Citar

Murad, A. (2018). Do mundo vulnerável a “outro mundo possível”: Contribuição de Riechmann e da Laudato Si para tecnociência e sustentabilidade. Revista Pistis Praxis, 10(3). https://doi.org/10.7213/2175-1838.10.003.AO05