Um olhar pastoral sobre o luto e a violência

Autores

  • Blanches de Paula Universidade Metodista de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.7213/2175-1838.10.001.DS05

Palavras-chave:

Violência. Luto. Cuidado Pastoral.

Resumo

O presente artigo tem por finalidade lançar um olhar teológico-pastoral sobre a relação entre violência e luto. Partimos do pressuposto de que, com os crescentes índices de violência, há uma ampliação do processo de enlutamento na sociedade. Diante desse cenário, o objetivo geral desta pesquisa é correlacionar o tema da violência com o tema do luto, bem como apontar caminhos para pastorais que abordem essa temática, uma vez que consideramos o cuidado pastoral como contribuinte na elaboração dos lutos desencadeados por violência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALVES, E. G. R. A morte matada: luto por violências. In: Tratado Brasileiro Sobre Perdas e Luto. SANTOS, F. S.; SCHIEMANN, A. L.; SOLANO, J. P. C. (org.). São Paulo: Atheneu Editora, p.131-136, 2014.

BAUMAN, Z. A Vida fragmentada. Trad. Miguel Serras Pereira. 2. ed. Lisboa: Relógio D’Água Editores Zahar, 2007. 311 p.

BÍBLIA de Estudo Almeida. Trad. João Ferreira de Almeida. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 2006.

CALVANI, C. E. B. Violência e Cultura: pistas para uma leitura teológica da cultura religiosa. In: CALVANI, C. E. B. Violência e cultura. São Bernardo do Campo: EDIMS, 1996. p. 37-65.

CERQUEIRA, D.; et al. Atlas da Violência. Ipea; Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP). Rio de Janeiro, 2017. Disponível em: <http://www.ipea.gov.br/

atlasviolencia/arquivos/downloads/8623170602atlasdaviolencia2017.pdf>. Acesso em: 20 dez. 2017.

HOUAISS, A.; et al. Dicionário Houaiss da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Objetiva, 2004. 2922 p.

KEHL, M. R. O ressentimento camuflado da Sociedade brasileira. Novos Estudos, São Paulo, n. 71, p. 163-180, mar. 2005.

KOURY, M. G. P. Sociologia da emoção: o Brasil urbano sob a ótica do luto. Petrópolis: Vozes, 2003. 215 p.

KUBLER. R. E. Sobre a morte e o morrer. O que a morte pode ensinar aos médicos, enfermeiras, padres e suas famílias. Trad. Thereza Kipnis. São Paulo: EDUSPEDHART, 1977.

KUBLER, R. E. A Roda da Vida: Memória do Viver e do Morrer. São Paulo: Sextante, 1998.

KUBLER, R. E. A morte: um amanhecer. São Paulo: Pensamento-Cultrix, 1999.

KUBLER, R. E. O Túnel e a Luz: reflexões essenciais sobre a vida e a morte. Campinas: Verus, 2003.

KOVÁCS, M. J. Educação para a morte: temas e reflexões. 2.ed. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2008. 224 p.

KRUG, E. G.; Et al. Relatório Mundial de Violência e Saúde. Genebra: Organização Mundial de Saúde, 2002. Disponível em: <https://www.opas.org.br/wp-content/uploads/

/09/relatorio-mundial-violencia-saude.pdf>. Acesso em: 17 de jul. 2017.

PAULA, B. de. Pedaços de nós: luto, aconselhamento pastoral e esperança. São Bernardo do Campo: Aste: Editeo, 2011. 231 p.

SILVA, L. F. da. Fraternidade e superação da violência. VIDA PASTORAL — Temas sociais: a questão da violência, São Paulo, ano 59, n. 59, p. 3-12, jan./fev. 2018. Disponível em: <http://www.vidapastoral.com.br/wp-content/uploads/2017/12/VIDA_PASTORAL_319.pdf>. Acesso em: 17 de jul. 2017.

SIQUEIRA, T. M. Tirando o pó das palavras: história e teologia de palavras e expressões bíblicas. São Paulo: Cedro, 2005. 174 p.

TUTU, D. O livro do Perdão. Rio de Janeiro: Valentina, 2016.

Downloads

Publicado

2018-04-26

Como Citar

de Paula, B. (2018). Um olhar pastoral sobre o luto e a violência. Revista Pistis Praxis, 10(1). https://doi.org/10.7213/2175-1838.10.001.DS05