Sofrimento espiritual, busca de sentido e espiritualidade

Autores

  • Anete Roese Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas)

DOI:

https://doi.org/10.7213/pp.v3i2.13196

Palavras-chave:

Psicologia, Religião, Teologia, Sentido, Espiritualidade.

Resumo

O presente texto faz uma análise da situação espiritual de nossa época. Trata da angústia, da falta de sentido e do adoecimento espiritual como manifestações típicas do sofrimento da nossa era e desta sociedade. O sofrimento espiritual da humanidade compõe o quadro de sintomas que denotam a alienação do ser humano, uma ansiedade espiritual profunda, a negação da dimensão espiritual e, por outro lado, uma busca de sentido e de espiritualidade autêntica. A busca pelo entendimento desse sofrimento e a busca por um sentido e por uma experiência espiritual é uma tarefa da qual a ciência ainda deverá se ocupar longamente, e é o campo de tangência deste texto. Um diálogo mais efetivo entre psicologia, teologia, filosofia e outras ciências é fundamental para uma compreensão mais consistente da existência humana. Os autores de referência são Viktor Frankl, Paul Tillich e Jacob Levi Moreno. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Anete Roese, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas)

Doutora em Teologia pela Escola Superior de Teologia, fez suas pesquisas sobre a dimensão terapêutica da religião, é professora adjunta da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas), Belo Horizonte, MG - Brasil.

Sofrimento espiritual, busca de  sentido e espiritualidade

Referências

BOFF, L. Espiritualidade, dimensão esquecida e necessária. Disponível em: . Acesso em: 22 jun. 2009.

BUSTOS, D. M. Novos rumos em psicodrama. São Paulo: Ática, 1992.

CARLOS, S. A. O processo grupal. In: STREY, M. N. et al. Psicologia social contemporânea. Petrópolis: Vozes, 1998. p. 199-206.

CUSCHNIR, L. Masculino/Feminina. Rio de Janeiro: Rosa dos Tempos, 1992.

FOWLER, J. Estágios da fé. São Leopoldo: Sinodal, 1982.

FOX, J. O essencial de Moreno: textos sobre psicodrama, terapia de grupo e espontaneidade. São Paulo: Ágora, 2002.

FRANKL, V. E. Em busca de sentido. 14. ed. São Leopoldo: Sinodal; Petrópolis: Vozes, 2001.

FRANKL, V. E. A presença ignorada de Deus. São Leopoldo: Sinodal; Petrópolis: Vozes, 1992.

FRANKL, V. E. Sede de sentido. 3. ed. São Paulo: Quadrante, 2003.

GUATTARI, F. As três ecologias. 17. ed. São Paulo: Papirus, 1990.

GUATTARI, F.; ROLNIK, S. Micropolítica: cartografias do desejo. 5. ed. Petrópolis: Vozes, 1999.

MAFFESOLI, M. O tempo das tribos: o declínio do individualismo nas sociedades de massa. Rio de Janeiro: Forense-Universitária, 1987.

MARINEAU, R. F. Jacob Levy Moreno, 1889-1974: pai do psicodrama, da sociometria e da psicoterapia de grupo. São Paulo: Ágora, 1992.

MERENGUÉ, D. Inventário de afetos: inquietações, teorias, psicodramas. São Paulo: Ágora, 2001.

MONDIN, B. Os grandes teólogos do séc. XX. São Paulo: Paulinas, 1980. v. 2.

MORENO, J. L. Psicodrama. São Paulo: Cultrix, 1975.

MORENO, J. L. Fundamentos do psicodrama. 2. ed. São Paulo: Summus, 1983.

MORENO, J. L. Psicoterapia de grupo e psicodrama: introdução à teoria e prática. 2. ed. rev. Campinas: Psy, 1993.

MORENO, Z.; BLOMKVIST, L. D.; RÜTZEL, T. A realidade suplementar e a arte de curar. São Paulo: Ágora, 2001.

NETO, A. N. Psicodrama: descolonizando o imaginário. São Paulo: Brasiliense, 1979.

NUDEL, B. W. Moreno e o hassidismo. São Paulo: Ágora, 1994.

TILLICH, P. Teologia sistemática. São Leopoldo: Sinodal; São Paulo: Paulinas, 1967.

TILLICH, P. Coragem de ser. São Paulo: Paz e Terra, 1991.

TILLICH, P. Dinâmica da fé. 4. ed. São Leopoldo: Sinodal, 1992.

VALLE, J. E. Religião e espiritualidade: um olhar psicológico. In: AMATUZZI, M. M. Psicologia e espiritualidade. São Paulo: Paulus, 2005. p. 83-107.

Downloads

Publicado

2011-10-06

Como Citar

Roese, A. (2011). Sofrimento espiritual, busca de sentido e espiritualidade. Revista Pistis Praxis, 3(2), 333–359. https://doi.org/10.7213/pp.v3i2.13196

Edição

Seção

Dossiê