Diversidade Religiosa na Educação Espanhola: O Ensino Religioso em questão

Adecir Pozzer, Racquel Valério Martins

Resumo


Nas sociedades contemporâneas, a presença da diversidade religiosa é uma questão indiscutível, motivo, muitas vezes, de intolerância, discriminação e segregação. A Espanha, país culturalmente marcado pelo catolicismo, possui um desafio histórico quanto ao reconhecimento e respeito das diferenças religiosas no sistema educacional, tarefa que, com os processos de globalização e imigração acentuados nas últimas décadas, se ampliou e complexificou. Desta forma, este artigo visa identificar as concepções de ensino religioso predominantes na educação primária e secundária da Espanha, bem como a sua forma de organização, analisando temáticas e conteúdos curriculares e suas (des)conexões com uma laicidade de reconhecimento e os valores intrínsecos ao direito à diferença e à liberdade religiosa em espaços públicos escolares. A metodologia adotada é predominantemente bibliográfica e documental, em que os pressupostos teóricos tomam por base as contribuições de Viñao Frago (2014) e Taylor (1998). E, serão utilizadas informações obtidas em entrevistas realizadas com pessoas que atuam ou vivenciam o ensino religioso na atualidade. Consideramos que o modelo de oferta deste componente curricular no sistema educacional espanhol dificulta o reconhecimento e respeito da diversidade religiosa, especialmente de estudantes pertencentes às religiões não cristãs, ou que se declaram sem religião. Limita, desta maneira, o desenvolvimento de uma educação democrática e inclusiva, que toma a diversidade religiosa enquanto elemento de aprendizagem e formação ética e cidadã, ao possibilitar o (re)conhecimento das diferentes religiões, a partir de pressupostos éticos, filosóficos e científicos.


Palavras-chave


Diversidade Religiosa; Educação na Espanha; Ensino Religioso; Reconhecimento.

Texto completo:

PDF

Referências


ESPANHA. Ley 26/1992, de 10 de noviembre. Aprueba el Acuerdo de Cooperación del Estado con la Comisión Islámica de España. Madrid. Disponível em: Acesso em 23 de maio de 2020.

ESPANHA. Ley 25/1992, de 10 de noviembre. Aprueba el Acuerdo de Cooperación del Estado con la Federación de Comunidades Israelitas de España. Madrid. Disponível em: Acesso em 23 de maio de 2020.

ESPANHA. Ley 24/1992, de 10 de noviembre. Aprueba el Acuerdo de Cooperación del Estado con la Federación de Entidades Religiosas Evangélicas de España. Madrid. Disponível em: Acesso em 23 de maio de 2020.

ESPANHA. Resolución de 3 de junio de 2015. Disponível em: https://www.boe.es/buscar/pdf/2015/BOE-A-2015-6707-consolidado.pdf. Acesso em 24 de maio de 2020.

ESPANHA. Resolución de 14 de marzo de 2016. Disponível em: https://www.boe.es/buscar/pdf/2016/BOE-A-2016-2715-consolidado.pdf. Acesso em 21 de maio de 2020.

ESPANHA. Resolución de 11 de febrero de 2015. Disponível em: https://www.boe.es/buscar/pdf/2015/BOE-A-2015-1849-consolidado.pdf. Acesso em 21 de maio de 2020. GARCÍA PÉREZ, S. Educación religiosa en los centros públicos. Madrid: Mimeo, 2016. GALEOTE, G. La religión en el sistema educativo de la España actual. Pandora: revue d'etudes hispaniques, n. 4, p. 257-270, 2004. MAZARIO, J. M. C. Laicidad del Estado y asistencia religiosa en centros docentes. Madrid: Dykinson, 2002.

POZZER, A.; HERNÁNDEZ-DÍAZ, J. M. Ensino religioso no currículo escolar de Espanha e Brasil: desafios e caminhos interculturais. Revista Pedagógica, Chapecó, v. 21, p. 154-173, 2019. PUELLES BENÍTEZ, M. Resenha de Religión en las aulas. Una materia controvertida. Revista Historia y Memoria de la Educación. Sociedad Española de Historia de la Educación 4, p. 403-409, 2016.

TAYLOR, C. (Org.) Multiculturalismo. Lisboa: Instituto Piaget, 1998.

VIÑAO FRAGO, A. Religión en las aulas: Una materia controvertida. Ediciones Morata, S.L. Madrid, 2014.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2021 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.