Aproximação temática Ex 31,1-11, o Santuário do Deserto: características, contexto histórico, artesãos e beleza

Nelson Maria Brechó da Silva, Francisco Marques Miranda Filho

Resumo


Este artigo pretende situar a perícope de Ex 31,1-11 numa abordagem da estética teológica ou teologia estética, posto que apresenta como ponto de partida o belo como objeto de uma ciência externa. Ora, a participação do homem em Deus revela um detalhe misterioso, visto que, da perspectiva de Deus, é realizada como “revelação” e que, da perspectiva do homem, é realizada como “fé”. De acordo com Von Balthazar, tanto a visão como o êxtase colaboram para refletir a dimensão teológica e estética. Nesse sentido, primeiro elucidam-se as caraterísticas da construção do Santuário do Deserto – Ex 25-31,11: texto e o contexto de Ex 31,1-11. Segundo, apontam-se o santuário e contexto histórico. Terceiro, descreve-se acerca dos artesãos, de suas habilidades e da beleza. Diante desse cenário, o resultado a ser alcançado consiste em que a autoria da obra de arte é um ponto conclusivo que merece destaque, porque cada artista é um experto na obra que realiza.


Palavras-chave


Santuário. Artesão. Habilidade. Beleza.

Texto completo:

PDF

Referências


BOTTERWECK, G. J.; RINGGREN, H. Theological Dicitionary of The Old Testament. Stuttgart: Verlag, 1997. v. 8.

CASSUTO, H. A Commentary on the book of Exodus. Jerusalem: The Hebrew University Magnes Press, 1997.

CROSS JR, F. M. The Tabernacle: A Study from an Archaeological and Historical Approach. The Biblical Archaeologist, v. 10, n. 3, p. 45-68, 1947.

FLEMING, D. E. Mari's Large Public Tent and the Priestly Tent Sanctuary - Vetus Testamentum. Leiden: Brill, 2000a. v. 50, p. 84-98.

FLEMING, D. E. Time at Emar. Wimona Lake: Eisenbrauns, 2000b.

FRIEDMAN, R. E. ‘The Tabernacle’. Anchor Bible Dictionary. New York: Doubleday, 1992. v. 6, p. 292–300.

GEORGE, M. K., Israel’s Tabernacle as Social Space. Atlanta: Society of Biblical Literature, 2009.

HOMAN, M. M. The Tabernacle and the Temple in Ancient Israel. New Jersey: John Wiley and Sons, 2007. (Religion Compass 1/1).

KALIMI, I. The Reshaping of Ancient Israelite History in Chronicles. Winona Lake: Eisenbrauns, 2005.

MEYERS, C. Exodus. New Cambridge Bible Commentary. Cambridge: University Press, 2005.

VASARI, G. Le Vite Dei Più Eccellenti Pittori, Scultori e Architettori. Roma: Newton Compton Editori, 1997.

VON BALTHAZAR, H. U. The Glory of the Lord: a theological aesthetics. San Franciscus: Ignatius Press, 2009.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/2175-1838.13.002.AO06

Apontamentos

  • Não há apontamentos.