Texto e configuração poética da bênção em Nm 6,24-26 e nos rolinhos de prata de Ketef Hinnom

Matthias Grenzer, Hugo Chagas Feitosa

Resumo


O livro bíblico de Números apresenta a seus ouvintes-leitores um pequeno poema que transmite a fórmula de bênção a ser usada por Aarão e por seus filhos no momento de abençoarem os filhos de Israel (Nm 6,24-26). Primeiramente, o presente estudo investiga a configuração poética desse texto bíblico. Depois, a pesquisa se dedica ao texto da bênção que figura em dois rolinhos de prata encontrados em 1979 no sítio arqueológico de Ketef Hinnom, catalogados como KH1 e KH2, e cuja origem se situa, provavelmente, entre a segunda metade do século VII e o início do século V a.C. Novamente, é investigada a configuração poética do texto em questão, sendo que os documentos extrabíblicos apresentam parte das palavras que formam a bênção aaronita em Nm 6,24-26. Defende-se, aqui, que o estudo comparativo favoreça a observação de diferenças e/ou evoluções em relação à configuração de um texto poético que sempre esteve a serviço da fé judaico-cristã.

Palavras-chave


Fórmula de bênção. Configuração poética. Bíblia. Arqueologia.

Texto completo:

PDF

Referências


BERLEJUNG, A. Der gesegnete Mensch: Text und Kontext von Num 6,22-27 und den Silberamuletten von Ketef Hinnom. In: BERLEJUNG, A.; HECKL, R. (Eds.). Mensch und König: Studien zur Anthropologie des Alten Testaments. Freiburg: Herder, 2008. p. 37-62.

CONRAD, D. Ein hebräischer Segen: Der Priestersegen auf zwei Silberblättchen aus Jerusalem. In: KAISER, O. (Ed.). Texte aus der Umwelt des Alten Testaments: Lieder und Gebete II. Volume II. Fascículo 6. Gütersloh: Gütersloher Verlagshaus Gerd Mohn, 1991. p. 592.

ELLIGER, K.; RUDOLPH, W. (Eds.). Biblia Hebraica Stuttgartensia. 5. ed. Stuttgart: Deutsche Bibelgesellschaft, 1997.

FISCHER, A. A. O texto do Antigo Testamento: edição reformulada da Introdução à Bíblia Hebraica de Ernst Würthwein. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 2013.

GRENZER, M.; BARROS, P. Freitas. O canto de Miriam (Ex 15,20-21). Revista de Cultura Teológica, n. 87, p. 282-299, jan./jun. 2016.

GRENZER, M.; SANTOS, M. C. dos. Poesia jurídica: um estudo exemplar de Lv 19,17-18.

Revista Pesquisas em Teologia, n. 65, jan./jun. 2020 (no prelo).

HECKL, R. The Aaronic Blessing (Numbers 6): Its Intention and Place in the Concept of the Pentateuch. In: BAURCH, R. J.; LACHOWSKI, M. (Eds.). Discerning Criteria for Dating Biblical Texts to the Persian Period. Tübingen: Mohr Siebeck, 2019. p. 119-138.

LEUENBERGER, M. Segen und Segenstheologien im alten Israel: Untersuchungen zu ihren religions – und theologiegeschichtlichen Konstellationen und

Transformationen. Zürich: Theologischer Verlag, 2008.

SMOAK, J. D. The Priestly Blessing in Inscription and Scripture: The Early History of Numbers 6:24-26. Oxford: Oxford University Press, 2015.

SMOAK, J. D. Wearing Divine Words: In Life and Death. Material Religion, v. 15, n. 4, p. 433-455, 2019.

STAUBLI, T. Die Bücher Levitikus, Numeri. Stuttgart: Katholisches Bibelwerk, 1996.

WEBER, B. Entwurf einer Poetologie der Psalmen. In: UTZSCHNEIDER, H.; BLUM, E. (Eds.). Lesarten der Bibel: Untersuchungen zu einer Theorie der Exegese des Alten Testaments. Stuttgart: Kohlhammer, 2006. p. 127-154.

WALTKE, B. K.; O’CONNOR, M. P. Introdução à sintaxe do hebraico bíblico. São Paulo: Cultura Cristã, 2006.

WENHAM, G. J. Números: introdução e comentário. São Paulo: Mundo Cristão, 1991.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/2175-1838.12.002.AO02

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.