Os desafios da evangelização com as novas tecnologias digitais

Adilson Cristiano Habowski, Elaine Conte

Resumo


O presente ensaio analisa a possível relação entre a evangelização cristã e as tecnologias digitais, identificando as (in)viabilidades de uma propagação e vivência da fé por meio das tecnologias no cenário social, político e religioso que se descortina no século XXI. É um estudo imprescindível para a Igreja, bem como para as reflexões teológicas, visto que estamos numa sociedade entrelaçada por influências globais e interconexões com o outro, o diferente, a constante inovação, a rápida interação e as diversas manifestações discursivas depositadas no ciberespaço. Concluímos que existe uma determinada banalização das coisas sagradas e das mensagens de fé associadas ao religioso no ciberespaço. O cuidado reside para que essa nova forma de evangelização não sofra deturpações da postura reflexiva perante a vida, à construção da própria identidade (suscetível à necessidade de velocidade desorientadora) imposta pelo ritmo contemporâneo da indústria cultural.


Palavras-chave


Tecnologias; Evangelização; Identidade; Desafios

Texto completo:

PDF

Referências


ADORNO, T. W.; HORKHEIMER, M. Dialética do Esclarecimento. Trad. Guido

Antonio de Almeida. Rio de Janeiro: Zahar, 1985.

ADORNO, T. W. Indústria Cultural e Sociedade. 5. ed. Trad. Juba Elisabeth Levy. São Paulo: Paz e Terra, 2009.

BAUMAN, Z. Modernidade líquida. Trad. Plínio Dentzien. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001.

CASTELLS, M. A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

CASTELLS, M. A galáxia da internet: reflexões sobre a internet, os negócios e a sociedade. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2003.

FRANÇA, V. R. V. Do Telégrafo à Rede: o trabalho dos modelos e a apreensão da Comunicação. In: PRADO, A. (org.). Crítica das Práticas Midiáticas. São Paulo: Hacker, 2002.

HABERMAS, J. Passado como futuro. Trad. Flávio Beno Siebeneichler. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1993.

HABERMAS, J. Técnica e Ciência como Ideologia. Trad. Artur Morão. Lisboa: Dom Quixote, 1994.

HABOWSKI, A. C.; JACOBI, D. F.; CONTE, E. Garimpando ideias para a reconstrução do círculo hermenêutico e do círculo de cultura. Revista Teias, Rio de Janeiro, v. 19, n. 53, abr./jun. 2018. Disponível em: Acesso em: 29 out. 2018.

JOÃO PAULO II. Carta Encíclica Redemptoris Missio. 7. ed. São Paulo: Paulinas, 2005.

LEMOS, A. Cibercultura. Tecnologia e vida social na cultura contemporânea. 4. ed. Porto Alegre: Sulina, 2008.

LÉVY, P. As Tecnologias da Inteligência: O Futuro do Pensamento na Era da Informática. São Paulo: Editora 34, 1993.

LÉVY, P. O que é virtual? São Paulo: Editora 34, 1996.

LÉVY, P. Cibercultura. Trad. Carlos Irineu da Costa. São Paulo: Editora 34, 2000.

RODRIGUES, L. M. F.; FREITAS, T. A. F. Catequese para nativos digitais.

THEOLOGICA, 2ª Série, v. 47, n. 2, 2012. Disponível em: Acesso em: 10 maio 2017.

SBARDELOTTO, M. Deus digital, religiosidade online, fiel conectado: Estudos sobre religião e internet. Cadernos Teologia Pública, São Leopoldo, Ano IX, n. 70, 2012. Disponível em: . Acesso em: 29 out. 2018.

SPADARO, A. Spiritualità ed Elementi per una Teologia della Comunicazione in Rete. In: SEMINÁRIO DE COMUNICAÇÃO PARA OS BISPOS DO BRASIL (SECOBB), 2011, Rio de Janeiro. Anais... Brasília: CNBB, 2011.

TREVISAN, A. L. Pedagogia das Imagens Culturais. Da formação cultural à formação da opinião pública. Ijuí: Ed. Unijuí, 2002.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/2175-1838.10.003.AO03

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.