Novas perspectivas para a educação no meio evangélico

Léa Rocha Lima e Marcondes

Resumo


O presente artigo tece reflexões acerca da educação nas igrejas evangélicas do Brasil. Apresenta um breve relato da história da inserção dos evangélicos no país, bem como das suas matrizes teológicas. Discute o pensamento do puritanismo nascido dentro do protestantismo inglês e do pietismo iniciado entre os luteranos alemães, bem como suas influências no pensamento evangélico brasileiro e no campo educacional eclesiástico. O trabalho também aborda a corrente teológica fundamentalista e o seu legado ao contexto evangélico, relata o nascimento do pentecostalismo no Brasil e levanta o paradigma da educação que acontece hoje nas igrejas evangélicas. Além, disso, discute as contribuições da pedagogia escolar e da filosofia da educação no contexto evangélico e apresenta as contribuições que a construção e a elaboração de um Projeto Político Bíblico Pedagógico (PPBP) pode oferecer à igreja para a sua organização educacional.

Palavras-chave


Educação cristã. Matriz teológica. Paradigma. Projeto Político Bíblico Pedagógico.

Referências


CALDAS, C. O último missionário: os missionários estrangeiros estão deixando

o Brasil. Qual a perspectiva para a nova liderança evangélica? São Paulo: Mundo

Cristão, 2001.

CHAMPLIN, R. N.; BENTES, J. M. Enciclopédia da Bíblia, teologia e filosofia.

São Paulo: Candeia, 1995.

DELORS, J. et al. Educação: um tesouro a descobrir. Relatório para a Unesco da

Comissão Internacional sobre Educação para o Século XXI. São Paulo: Cortez;

Unesco, 1998.

FOUREZ, G. A construção das ciências: introdução à filosofia e à ética das

ciências. São Paulo: UNESP, 1995.

IMBERNÓN, F. Formação docente e profissional: formar-se para a mudança

e a incerteza. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2001.

MARCONDES, L. R. L.; SEEHABER, L. C. A identidade do ensino religioso, do

rito cristão na história da educação brasileira. Revista Educação em Movimento,

v. 3, n. 9, p. 17-28, 2004.

MARCONDES, L. R. L. A formação de professores em educação cristã:

uma leitura a partir da experiência com a Abordagem Relacional. 2005, 145 f.

Dissertação (Mestrado em Educação) – Pontifícia Universidade Católica do

Paraná, Curitiba, 2005.

MARCONDES, L. R. L.; TORQUATO, R. A. A filosofia da educação como

ferramenta para reflexão do contexto educacional das igrejas evangélicas brasileiras.

In: SEMINÁRIO RELIGIÃO E SOCIEDADE: O ESPAÇO DO SAGRADO

NO SÉCULO XXI, 5., 2009, Curitiba. Anais... Curitiba: Seminário Religião e

Sociedade, 2009. (No prelo).

MORIN, E. A cabeça bem feita: repensar a reforma, reformar o pensamento.

Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2001.

OZMON, H. A.; GRAVER, S. M. Fundamentos filosóficos da educação. 6.

ed. Porto Alegre: Artmed, 2004.

PURITANISMO. In: ENCICLOPEDIA Barsa. Rio de Janeiro: Encyclopaedia

Britannica do Brasil, 1994. v. 13.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/pp.v2i2.21984

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.