Religiosidade na adolescência: a necessidade de uma construção consciente e social

Débora do Nascimento Teófilo, Sérgio Rogério Azevedo Junqueira

Resumo


O termo “adolescência” é essencial para definirmos um momento da vida humana socialmente, psicologicamente e religiosamente configurado, que interfere na construção da atuação individual e coletiva dos sujeitos. A composição desse conceito é a primeira etapa de um processo investigativo sobre o desenvolvimento religioso de adolescentes em situação de risco no contexto do município de Curitiba (PR). A exposição das referências desta pesquisa qualitativa, fundamentada em autores como Fowler (1992), Ávila (2003), Levisky (1998), Rassial (1997), Outeiral (2008), Erikson (1972) e Savage (2009), é essencial para compreendermos a inferência das questões religiosas na construção da identidade dos indivíduos.


Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, R. O que é religião? São Paulo: Loyola, 2008.

ÁVILA, A. Para conhecer a psicologia da religião. São Paulo: Loyola, 2007.

BECKER, D. O que é adolescência? São Paulo: Brasiliense, 1986.

CALLIGARIS, C. A adolescência. São Paulo: Publifolha, 2000.

CAHN, R. O adolescente na psicanálise: a aventura. Rio de Janeiro: Companhia de Freud, 1999.

CIPRIANI, R. Manual de sociologia da religião. São Paulo: Paulus, 2007.

COMBLIN, J. Educação e fé: os princípios da educação cristã. São Paulo: Herder, 1962.

CROATTO, J. S. As linguagens da experiência religiosa. São Paulo: Paulinas, 2001.

ERIKSON, E. H. Identidade, juventude e crise. Rio de Janeiro: Zahar, 1972.

FERRAZ, J. de S. Psicologia do adolescente. Limeira: Letras da Província, 1965.

FOWLER, J. W. Estágios da fé. São Leopoldo: Sinodal, 1992.

GRINDER, R. E.; STRICKLAND, C. E. A significação social da obra de G. S. Hall. In: BRITTO, S. de. Sociologia da juventude. Rio de Janeiro: Zahar, 1968. v. 1, p. 19.

JACQUET, C.; COSTA, L. F. Família em mudança. São Paulo: Cia Ilimitada, 2004.

JOÃO PAULO II. Sobre a função da família cristã no mundo de hoje. São Paulo: Loyola, 1978.

JUNG, C. G. Psicologia e religião. Petrópolis: Vozes, 1978.

LEVISKY, D. L. Adolescência: pelos caminhos da violência. São Paulo: Casa do Psicólogo, 1998.

LEVISKY, D. L. Adolescência e violência: conseqüências da realidade brasileira. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2000.

MARCUSE, H. A ideologia da sociedade industrial. 6. ed. Rio de Janeiro: Zahar, 1982.

MERLEU-PONTY, M. Signos. São Paulo: Martins Fontes, 1961.

OLIVEIRA, Z. de. O problema religioso na juventude. Lisboa: União Gráfica, 1963.

OSORIO, L. C. Adolescente hoje. Porto Alegre: Artmed, 1992.

OTTO, R. O sagrado. São Leopoldo: Sinodal; Petrópolis: Vozes, 2007.

OUTEIRAL, J. Adolescer: estudos sobre adolescência. Rio de Janeiro: Reviver, 2008.

OUTEIRAL, J. Clínica psicanalítica de crianças e adolescentes: desenvolvimento, psicopatologia e tratamento. 2. ed. Rio de Janeiro: Revinter, 2005.

PAPALIA, D. E.; OLDS, S. W. Desenvolvimento humano. 7. ed. Porto Alegre: Artes Médicas sul, 2000,

RASSIAL, J. J. A passagem adolescente: da família ao laço social. Porto Alegre: Artes e ofícios, 1997.

RICHARDSON, R. J. Pesquisa social. São Paulo: Atlas, 1985.

SAVAGE, J. A criação da juventude. Rio de Janeiro: Rocco, 2009.

SEGALEM, M. Ritos e rituais contemporâneos. Rio de Janeiro: FGV, 2002.

VITIELLO, N. Adolescência hoje. São Paulo: Roca, 1988.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/pp.v3i2.13274

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.