“Uma Igreja pobre e para os pobres”: abordagem teológico-pastoral

Francisco de Aquino Júnior

Resumo


No centro das preocupações e orientações pastorais do novo bispo de Roma estão o cuidado e o compromisso com os pobres, oprimidos e fracos deste mundo, expressos nos termos de “uma Igreja pobre para os pobres”. Essa é uma marca fundamental da Igreja de Jesus Cristo que, embora nunca tenha se perdido completamente da Tradição da Igreja, foi retomada com muita força e criatividade pelo Concílio Vaticano II, com João XXIII e o grupo Igreja dos pobres, e, sobretudo, pela Igreja latino-americana, com as conferências episcopais de Medellín e Puebla e com a teologia da libertação. Partindo da reflexão desenvolvida no Concílio Vaticano II e na Igreja da América Latina, apresentaremos o modo como Francisco compreende e propõe a opção pelos pobres para toda Igreja e identificaremos as convergências e diferenças entre Francisco e a teologia da libertação acerca do projeto de “uma Igreja pobre para os pobres”.


Texto completo:

PDF

Referências


ALBERIGO, G. Breve história do Concílio Vaticano II. Aparecida: Editora Santuário, 2006.

AQUINO JÚNIOR, F. de. A teologia como intelecção do reinado de Deus: O método da teologia da libertação segundo Ignácio Ellacuría. São Paulo: Loyola, 2010.

AQUINO JÚNIOR, F. de.“Igreja dos pobres: sacramento do povo universal de Deus. Tópicos de uma eclesiologia macroecumênica da libertação”. In: TOMITA, Luiza; BARROS, Marcelo; VIGIL, José Maria (orgs.). Pluralismo e Libertação. Por uma Teologia Latino-americana Pluralista a partida Fé Cristã. São Paulo: Loyola, 2005. p. 193-214.

AQUINO JÚNIOR, F. de. “Igreja dos pobres. Do Vaticano II a Medellín e aos dias atuais”. REB, v. 288, p. 807-830, 2012.

BARREIRO, Á. Os pobres e o Reino: Do Evangelho a João Paulo II. São Paulo: Loyola, 1983.

BEOZZO, J. O. A Igreja do Brasil de João XXIII a João Paulo II: De Medellín a Santo Domingo. Petrópolis: Vozes, 1994.

BEOZZO, J. O. “Presença e atuação dos bispos brasileiros no Vaticano II”.

In: LOPES GONÇALVES, Paulo Sérgio; BOMBONATTO, Vera Ivanise (orgs). Concílio Vaticano II: análise e prospectivas. São Paulo: Paulinas, 2004. p. 117-162.

BIANCHI, E. C. “Der Geist weht vom Süden her und drängt die Kirche hin zu den Armen”. In: HOLZTRATTNER, Magdalena (hg.). Innovation Armut, wohin führt Papst Franziskus die Kirche? Innsbrück: Tyrolia, 2013. p. 51-61.

BOFF, L. E a Igreja se fez povo. Eclesiogênese: A Igreja que nasce da fé do povo. Petrópolis: Vozes, 1991.

CALIMAN, C. A trinta anos de Medellín: uma nova consciência eclesial na América Latina. Perspectiva Teológica, v. 31, n. 84, p. 163-180, maio/ago. 1999.

CARIAS, C. P. “Por uma Igreja pobre. Uma experiência eclesial vivida pelas CEBs”. In: REB, v. 292, p. 849-864, 2013.

CELAM. Conclusões de Medellín. São Paulo: Paulinas, 1987.

CELAM. Documento de Puebla: conclusões da Conferência de Puebla — Evangelização no presente e no futuro da América Latina. São Paulo: Paulinas, 1986.

CELAM. Santo Domingo: conclusões da IV Conferência do Episcopado Latino-americano. São Paulo: Paulinas, 1992.

CELAM. Documento de Aparecida. São Paulo: Paulinas, 2007.

CHENU, M. D. “A Igreja e os pobres no Vaticano II”. In: Concilium 124, p. 61-66, 1977.

COMBLIN, J. O Povo de Deus. São Paulo: Paulus, 2002.

DUPONT, J. “Os pobres e a pobreza segundo os ensinamentos do Evangelho e dos Atos dos Apóstolos”. In: DUPONT, J.; GEORGE, Augustin et alii. A pobreza evangélica. São Paulo: Paulinas, 1976. p. 37-66.

ELLACURÍA, I. “Las bienaventuranzas, carta fundacional de la Iglesia de los pobres”. In: Escritos Teológicos II. San Salvador: UCA, 2000. p. 417-437.

ELLACURÍA, I. “El auténtico lugar social de la Iglesia”. In: Escritos Teológicos II. San Salvador: UCA, 2000b. p. 439-451.

ELLACURÍA , I. “La Iglesia de los pobres, sacramento histórico de liberación”.

In: Escritos Teológicos II. San Salvador: UCA, 2000c. p. 453-485.

ELLACURÍA, I. “Notas teológicas sobre religiosidad popular”. In: Escritos Teológicos II. San Salvador: UCA, 2000d. p. 487-498.

ELLACURÍA , I. “Pobres”. In: Escritos Teológicos II. San Salvador: UCA, 2000e. p. 171-192.

FRANCISCO. Exortação Apostólica Evangelii gaudium. São Paulo: Paulinas, 2013.

GAUTHIER, P. Les pauvres, Jesus et l’Eglise. Paris: Éditions Universitaires, 1962.

GAUTHIER, P. O Concílio e a Igreja dos pobres: “Consolai meu povo”. Petrópolis: Vozes, 1967.

GAUTHIER, P. O Evangelho da justiça. Petrópolis: Vozes, 1969.

GUTIÉRREZ, G. “O Concílio Vaticano II na América Latina”. In: BEOZZO, J. O. (Org.). O Vaticano II e a Igreja Latino-americana. São Paulo: Paulinas, 1985. p. 17-49.

JOÃO XXIII. “Mensagem radiofônica a todos os fiéis católicos, a um mês da abertura do Concílio”. In: Vaticano II - Mensagens discursos e documentos. São Paulo: Paulinas, 2007.

JEREMIAS, J. Teologia do Novo Testamento. São Paulo: Hagnos, 2008.

KASPER, W. Introducción a la fe. Salamanca: Sígueme, 1982.

KLOPPENBURG, B. Concílio Vaticano II. v. 5, Petrópolis: Vozes, 1966.

LENZ, M. M. “O Concílio Vaticano II: a presença da Igreja no mundo em espírito de serviço, em especial aos mais pobres”. Revista Pistis & Práxis, Curitiba, v. 21, p. 421-440, 2012.

OLIVEIRA, M. A. Reviravolta lingüístico-pragmática na filosofia contemporânea. São Paulo: Loyola, 1996.

PALÁCIO, C. “Trinta anos de teologia na América Latina: um depoimento”. In: SUSIN, L. C. (org.). O mar se abriu: trinta anos de teologia na América Latina. São Paulo: Loyola, 2000. p. 51-64.

PELLETIER, D. “Une marginalité engagée: Le groupe ‘Jésus, l’Église et les pauvres”. In: LAMBERIGTS, M. ; SOETENS, C. ; GROOTAERS (éd.). Les commissions conciliaires à Vatican II. Leuven: Bibliotheek van de Faculteit Godgeleerdheid, 1996. p. 63-89.

SCANNONE, J. C. Teología de la liberación y praxis popular. Aportes críticos para una teología de la liberación. Salamanca: Sígueme, 1976.

SCANNONE, J. C. “Theologie der Befreiung — Characterizierung, Strömungen, Etappen”. In: NEUFELD, K. H. Probleme und Perspectiven dogmatischer Theologie. Düsseldorf: Patmos, 1986. p. 401-436.

SCANNONE, J. C. Nuevo punto de partida de la filosofia latinoamerica. Buenos Aires: Guadalupe, 1990.

SCANNONE, J. C. “Papa Francesco y la teologia del popolo”. La Civiltà Cattolica 3930, p. 553-656, 2014.

SOBRINO, J. Ressurreição da verdadeira Igreja: Os pobres, lugar teológico da eclesiologia. São Paulo: Loyola, 1982.

SOBRINO, J. La Iglesia de los pobres desde el recuerdo de monseñor Romero”. Revista Latinoamericana de Teología 86, p. 135-155, 2012.

SOUSA, L. A. G. “A caminhada de Medellín a Puebla”. Perspectiva Teológica 31, p. 223-234, 1999.

TEPEDINO, A. M. “De Medellín a Aparecida: marcos, trajetórias, perspectivas da Igreja Latino-americana”. Atualidade Teológica 36, p. 376-394, 2010.

VIGIL, J. M. Vivendo o Concílio. Guia para a animação conciliar da comunidade cristã. São Paulo: Paulinas, 1987.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/pp.v8i3.1306

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.