Categorização de experiências transcendentais: uma leitura da religiosidade, da fé e da religião

Roberlei Panasiewicz

Resumo


O fenômeno religioso é uma realidade que perpassa as sociedades, altera-se de tempos em tempos e instiga vários autores a se debruçar sobre suas manifestações com o intuito de analisar, distinguir e classificar. Várias são as categorias apontadas para tal análise. Tendo como referência a abordagem bibliográfica, este artigo se propõe a revisitar três categorias fundamentais para a compreensão do fenômeno religioso: a religiosidade, a fé e a religião, pretendendo demarcar critérios para analisar expressões religiosas do cotidiano e, assim, favorecer novas análises e maior conhecimento da realidade, sabendo da provisoriedade e divergências que tais categorias suscitam. Mesmo partindo de um ponto de vista da tradição cristã, procurou-se uma abordagem ampla, tendo como referência as ciências da religião. Religiosidade, fé e religião são experiências dinâmicas das sociedades humanas e podem ocorrer de forma articulada ou separadamente, mas sempre indicam a relação dos humanos com realidades transcendentais. Cada uma, à sua maneira, tem forte atuação e responsabilidade na organização e construção da vida com sentido. A sintonia entre elas favorece a dinâmica existencial de cada pessoa e contribui para a transformação constante da vida religiosa e social.


Palavras-chave


Fenômeno religioso; Religiosidade; Fé; Religião.

Texto completo:

PDF

Referências


AZEVEDO, C. A. A procura do conceito de religio: entre o relegere e o religare. Revista Religare, João Pessoa, v. 7, n. 1, p. 90-96, mar. 2010. Disponível em:. Acesso em: 9 maio 2013.

BERGER, P. L. O dossel sagrado: elementos para uma teoria sociológica da religião. São Paulo: Paulinas, 1985.

BOFF, L. Experimentar Deus: a transparência de todas as coisas. 3. ed. Campinas: Verus, 2002.

BOFF, L. Jesus Cristo libertador. Petrópolis: Vozes, 1985a.

BOFF, L. Teologia do cativeiro e da libertação. Petrópolis: Vozes, 1985b.

CHAUÍ, M. Experiência do pensamento: ensaios sobre a obra de Merleau- -Ponty. São Paulo: Martins Fontes, 2002.

DICIONÁRIO CRÍTICO DE ANÁLISE JUNGUIANA. Numinoso. Disponível em: http://www.rubedo.psc.br/dicjung/verbetes/numinoso.htm>. Acesso em: 29 abr. 2013.

ELIADE, M. O sagrado e o profano: a essência das religiões. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

FRAGATA, J. Kierkegaard. In: CABRAL, R. et al. Logos. São Paulo: Verbo, [s.d.].

HERVIEU-LÉGER, D. O peregrino e o convertido: a religião em movimento. Petrópolis: Vozes, 1999.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA – IBGE. Censo de-

mográfico 2010: características gerais da população, religião e deficiência. 2010. Disponível em: . Acesso em: 19 abr. 2013

KÜNG, H. Teologia a caminho: fundamentação para o diálogo ecumênico. São Paulo: Paulinas, 1999.

LIBANIO, J. B. Teologia da revelação a partir da modernidade. São Paulo: Loyola, 1995.

LIBANIO, J. B. Eu creio, nós cremos: tratado da fé. São Paulo: Loyola, 2000.

LIBANIO, J. B. A religião no início do milênio. São Paulo: Loyola, 2002.

LIBANIO, J. B. Fé. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2004.

MADURO, O. Religião e luta de classes. Petrópolis: Vozes, 1980.

MESLIN, M. A experiência humana do divino: fundamentos de uma antropologia religiosa. Petrópolis: Vozes, 1992.

OLIVEIRA, P. A. R.; MORI, G. Mobilidade religiosa: linguagens, juventude, política. São Paulo: Paulinas, 2012.

OTTO, R. O sagrado. Petrópolis: Vozes, 2007.

PANASIEWICZ, R. As múltiplas dimensões do ser humano. In: BAPTISTA, P. A. N.; SANCHEZ, W. L. Teologia e sociedade: relações, dimensões e valores éticos. São Paulo: Paulinas, 2011. p. 15-28.

QUEIRUGA, A. T. Repensar a revelação: a revelação divina na realização humana. São Paulo: Paulinas, 2010.

RAHNER, K. Curso fundamental da fé. São Paulo: Paulinas, 1989.

SEGUNDO, J. L. O homem de hoje diante de Jesus de Nazaré: fé e ideologia. São Paulo: Paulinas, 1985.

SUNG, J. M. Experiência de Deus: ilusão ou realidade? São Paulo: FDT, 1991.

VAZ, H. C. L. Escritos de filosofia I: problemas de fronteira. 3. ed. São Paulo: Loyola, 2002a.

VAZ, H. C. L. Escritos de filosofia III: filosofia e cultura. 2. ed. São Paulo: Loyola, 2002b.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/pp.v5i2.12962

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.