A construção social das vítimas em Miqueias

Luiz Alexandre Solano Rossi, Ivanilza Belmiro Erdos

Resumo


As vítimas não se apresentam nos textos bíblicos como se fossem elementos naturais que se mesclam com a paisagem. Ao contrário, são pessoas que, perseguidas, são incapazes de se defender do poder absoluto de seus inimigos. Nesse sentido, as vítimas não existem por si mesmas e, muitos menos, são uma criação divina. Elas surgem no horizonte da história social do povo de Deus como consequência da ação daqueles que exercem o poder. Sinalizam, portanto, que o tecido social está comprometido e que é necessário colocar-se ao redor delas, a fim de defendê-las. O profeta Miqueias é a porta de entrada para essa constatação.


Palavras-chave


Vítimas; Profetismo; Sociedade; Violência; Solidariedade.

Texto completo:

PDF

Referências


BAKER, D. W.; ALEXANDER, T. D.; STURZ, R. J. Obadias, Jonas, Miquéias, Naum, Habacuque e Sofonias: introdução e comentário. São Paulo: Vida Nova, 2006.

CERESKO, A. R. Introdução ao Antigo Testamento: numa perspectiva libertadora. São Paulo: Paulus, 1996.

COLE, R. A. Êxodo: introdução e comentário. São Paulo: Vida Nova, 2008.

HAHN, N. B. “Povo da terra” e “meu povo” à luz de Miquéias. Estudos Bíblicos, n. 44, p. 47-52, out./dez. 1994.

HAHN, N. B. Redistribuição de terra: uma utopia do VIII século a.C. Estudos Bíblicos, n. 49, p. 9-15, jan./mar. 1996.

KESSLER, R. História social do antigo Israel. São Paulo: Paulinas, 2009.

LOPES, H. D. Miquéias: a justiça e a misericórdia de Deus. São Paulo: Hagnos, 2010. MAILLOT, A.; LELIÈVRE, A. Atualidade de Miquéias. São Paulo: Paulinas, 1980.

MESTERS, C. Como se faz teologia bíblica hoje no brasil. Estudos Bíblicos, n. 1, p. 7-19, jan./mar. 1984.

RICHARD, P. Bíblia: memória histórica dos pobres. Estudos Bíblicos, n. 1, p. 20-30, jan./mar. 1984.

ROY, L. Pobres. In: LÉON-DUFOUR, X. Vocabulário de teologia bíblica. 9. ed. Petrópolis: Vozes, 2008.

SALGADO, S. F. Uma análise exegética da porção de Miquéias 2,1-5: a situação socioeconômica em Judá e suas implicações na herança dos camponeses na sefelá judaíta no século VIII a.C. 2009. Dissertação (Mestrado em Ciência da Religião) — Universidade Metodista de São Paulo, São Paulo, 2009. Disponível em: . Acesso em: 30 set. 2012.

SCHÖKEL, L. A.; DIAZ, J. L. S. Profetas II: Ezequiel – doze profetas menores – Daniel – Baruc – cartas de Jeremias. 2. ed. São Paulo: Paulus, 2002.

SCHWANTES, M. Amós: meditações e estudos. Petrópolis: Vozes, 1987.

SCHWANTES, M. Igreja como povo: meu povo em Miquéias. Belo Horizonte: CEBI, 1989.

SILVA, A, J. A voz necessária: encontro com os profetas do século VIII a.C. São Paulo: Paulus, 1998.

THOMPSON, J. A. Deuteronômio: introdução e comentário. São Paulo: Vida Nova, 2008.

VAN GRONINGEN, G. (qãtsîn) chefe, governante. In: HARRIS, R. L.; ARCHER JR, G. L.; WALTKE, B. K. Dicionário internacional de teologia do Antigo Testamento. São Paulo: Vida Nova, 1998. p. 1359-1361.

ZABATIERO, J. P. T. Miquéias: voz dos sem-terra. Petrópolis: Vozes, 1996.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/pp.v5i2.12956

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.