A história do jovem rico: a vocação que não obteve sucesso

Vicente Artuso

Resumo


Este artigo apresenta uma análise da história do jovem rico, conforme Mt 19,16-22, como uma vocação que não obteve sucesso. O motivo do fracasso não foi a falta de observância de algum mandamento não relacionado no texto, mas a falta de espírito evangélico, que é a vivência do amor pleno, síntese da lei. As propriedades ocuparam o coração do jovem rico, como um bem maior, e, onde está o tesouro, ali também está o coração. Assim, não ouve espaço para Deus sumo bem e ele se afastou entristecido. O artigo destaca as exigências do discipulado, em paralelo com a exigência da salvação. Caminhar para a perfeição é ser discípulo. Para o seguimento de Jesus, há situações que pedem renúncias difíceis para aceitar o chamado de Deus para obter a vida eterna. Conclui-se que todos os cristãos são chamados a viver o Evangelho na totalidade, porém mediante meios diferentes, segundo as disposições do coração.


Palavras-chave


Relação; Amor; Vocação; Pobreza.

Texto completo:

PDF

Referências


CARTER, W. O Evangelho de São Mateus: comentário sócio-político e religioso a partir das margens. São Paulo: Paulus, 2002.

CONFERÊNCIA NACIONAL DOS BISPOS DO BRASIL – CNBB. Caminhamos na estrada de Jesus: o Evangelho de Marcos. São Paulo: Paulus, 1997.

DELORME, J. Leitura do Evangelho segundo Marcos. São Paulo: Paulinas, 1982.

FIORES, S.; GOFFI, T.(Org.). Dicionário de espiritualidade. São Paulo: Paulinas, 1989.

GRASSO, S. Luca. Roma: Edizioni Borla, 1999.

HENDRIKSEN, W. Mateus. São Paulo: Cultura Cristã, 2000. v. 2.

IGREJA CATÓLICA. Papa (1978-2005: João Paulo II). O esplendor da verdade. Carta Encíclica. São Paulo: Paulinas, 1993.

IGREJA CATÓLICA. Papa (1978-2005: João Paulo II). Vita Consecrata. Exortação Apostólica Pós-Sinodal. São Paulo: Paulinas, 2004.

LUZ, U. El Evangelio según San Mateo: Mt 18-25. Salamanca: Sígueme, 2003. v. 3. MAZZAROLO, I. Evangelho de São Mateus. Porto Alegre: Isidoro Mazzarolo, 2005.

NESTLE-ALAND. Nuovo Testamento Greco-Italiano. A cura di Bruno Corsani e Carlo Buzzetti. Texto Greco XXVII Edizione. Roma: Societá Bíblica Britannica & Forestiera, 1996.

PAGOLA, J. A. Jesus: aproximação histórica. Petrópolis: Vozes, 2010.

RODRIGUES, A. A.; CASAS, J. C. (Org.). Dicionário teológico da vida consagrada. São Paulo: Paulus, 1994.

SABOURIN, L. Il vangelo di Matteo: teologia e esegesi. Marino: Paoline, 1976. v. 1.

SABOURIN, L. Il vangelo di Matteo: teologia e esegesi. Marino: Paoline, 1977. v. 2.

SILVA, C. M. D. Leia a Bíblia como literatura. São Paulo: Loyola, 2007.

SPINETOLI, O. Matteo. Assisi: Citadella editrice, 1978.

TASKER, R.V.G. Mateus: introdução e comentário. São Paulo: Vida Nova, 1980.

TILLARD, J. M. R. Diante de Deus e para os homens. São Paulo: Loyola, 1975.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/pp.v5i2.12911

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.