A EDUCAÇÃO NO PROJETO MISSIONÁRIO DO PROTESTANTISMO NO BRASIL

Carlos Eduardo B. Calvani

Resumo


O artigo apresenta um panorama histórico das iniciativas educacionais ligadas às igrejas protestantes tradicionais. A partir da cosmovisão dos primeiros missionários protestantes norte-americanos, analisa o projeto educacional-evangelístico que norteava as primeiras escolas e colégios norte-americanos no Brasil. Por fim, pergunta sobre os motivos que levaram à estagnação desse projeto no Brasil identificando a origem dessas causas na progressiva influência do fundamentalismo evangélico norteamericano com sua visão estreita de evangelização como combate ao catolicismo, conversão de almas e um acentuado pré-milenismo, inibidor de qualquer iniciativa de projetos permanentes para a história.


Palavras-chave


Educação; Protestantismo brasileiro; História do protestantismo no Brasil; Missão protestante.

Texto completo:

PDF

Referências


AZEVEDO, F. de. A cultura brasileira. 3. ed. Rio de Janeiro: IBGE, 1958.

BARBANTI, M. L. H. Colégios americanos de confissão protestante na província de São Paulo: sua aceitação pelas elites progressistas da época. São Paulo: Didática, 1981.

BETTENSON, H. Documentos da igreja cristã. São Paulo: ASTE, 1967.

CORDEIRO, A. L. Religião e projetos educacionais para a nação: a disputa entre metodistas e católicos na primeira república brasileira. Horizonte, Belo Horizonte, v. 4, n. 7, p. 110-124, dez. 2005.

CRABTREE, A. R. História dos batistas do Brasil. Rio de Janeiro: Casa Publicadora Batista, 1962.

ELIAS, B. V. Inovação americana na educação do Brasil. Nossa História, São Paulo, n. 23, p. 81-83, set. 2005.

HACK, O. H. Protestantismo e educação brasileira. 2. ed. São Paulo: Cultura Cristã, 2000.

LÉONARD, É. G. O protestantismo brasileiro: estudo de eclesiologia e história social. São Paulo: Aste, 1963.

MATOS, A. S. O colégio protestante de São Paulo: um estudo de caso sobre o lugar da educação na estratégia missionária da igreja. Fides Reformata, São Paulo, v. 4, n. 2, p. 1-25, jul./dez., 1999. Disponível em: . Acesso em: 20 nov. 2007.

MESQUIDA, P. Hegemonia norte-americana e educação protestante no Brasil. Juiz de Fora: EDUFJF; São Bernardo do Campo: EDITEO, 1994.

PIMENTA, D. S. G. Carta pastoral: o perigo dos collegios acatholicos. Mariana: Typ. Archiepiscopal, 1921.

RAMALHO, J. P. Colégios protestantes no Brasil: uma interpretação sociológica da prática educativa dos colégios protestantes no Brasil no período de 1870 a 1940. Rio de Janeiro: Zahar, 1975.

TAPIA, J. E. Escola americana de Lages 1931-1942. 2007. Disponível em: < w w w . a n p u h . u e p g . b r / X x i i i s i m p o s i o / a n a i s / t e x t o s /

JOSÉ%20ELIACHIM%20BARROS%20TAPIA.pdf >. Acesso em: 13 nov. 2007.

TOCQUEVILLE, A. A democracia na América. 2. ed. Belo Horizonte: Itatiaia; São Paulo: EDUSP, 1977.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/pp.v1i1.10730

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.