Filosofia da cultura e escrita da história: Notas sobre as relações entre os projetos de uma genealogia da cultura em Foucault e Nietzsche

Oswaldo Giacoia Júnior

Resumo


Este artigo tem como finalidade discutir alguns aspectos da leitura e da interpretação que Foucault fez de Nietzsche. Não se trata de examinar o conjunto da recepção foucaultiana de Nietzsche e nem a pertinência das conclusões que Foucault tira delas, para saber se as mesmas são legítimas ou fiéis ao pensamento desse último, mas de, a partir das reflexões de Foucault sobre a relação entre genealogia e escrita da história em Nietzsche, mostrar quais elementos são privilegiados por Foucault, assim como quais ele silenciou e deixou na sombra. Com isso, pretendemos mostrar de que maneira o pensamento de Nietzsche se tornou indispensável para a crítica de Foucault à subjetividade moderna.

Palavras-chave


Genealogia; Crítica; História; Modernidade

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.7213/estudosnietzsche.05.001.AO02

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.