Participação e necessidade de assistência na realização de tarefas escolares em crianças com paralisia cerebral

Edifrance Sá de Souza, Ana Cristina Resende Camargos, Niníea Cristina Inês de Ávila, Flaviane Mara da Silva Siqueira

Abstract


Introdução: A educação é um bem-estar relacionado à saúde. Acredita-se que no ambiente escolar as crianças com necessidades especiais podem alcançar o mais completo progresso educacional e de integração social. Objetivo: O objetivo deste estudo foi avaliar a participação e a necessidade de assistência na realização de tarefas escolares em crianças com paralisia cerebral (PC). Materiais e métodos: Trinta crianças com PC foram avaliadas por meio do School Function Assessment (SFA). A análise estatística foi realizada por meio do teste Mann Whitney, do coeficiente de correlação de Spearman e da análise de regressão múltipla stepwise backward. Resultados: Foram encontradas diferenças significativas entre os grupos em todas as partes do SFA. Houve correlação negativa entre o nível de comprometimento motor e as partes I e II do SFA e correlação positiva entre as partes I e II do SFA. Conclusão: A inserção das crianças com PC em um meio coletivo e de participação é dificultada, muitas vezes, pelos múltiplos comprometimentos da criança. O grau de comprometimento motor e a necessidade de assistência na realização de tarefas físicas e cognitivas/comportamentais juntos explicaram 89% da variabilidade da participação escolar em crianças com PC. A necessidade de assistência na realização de tarefas físicas foi o fator que representou maior influência à restrição na participação escolar.



DOI: https://doi.org/10.1590/S0103-51502011000300005

Refbacks

  • There are currently no refbacks.