Filologia e classicismo alemão: Nietzsche como leitor de Paul Graf Yorck von Wartenburg

Lucas Crescenzi

Resumo


Pretende-se com este artigo analisar a relação entre filologia e classicismo alemão. Duas teses são aqui introduzidas para serem, em seguida, esclarecidas e justificadas: 1) Nietzsche tenta fornecer, no Nascimento da tragédia, uma contribuição filológica acerca da teoria estética do classicismo alemão; 2) ele segue, nessa tentativa, uma tradição filológica, que lhe serve como fonte. Para tratar do assunto em questão, é analisada a herança de Paul Graf Yorck von Wartenburg e a influência que este teve para a obra de Nietzsche.

Palavras-chave


Filologia; Classicismo alemão; Teoria estética

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.7213/ren.v1i2.22581

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.