A correspondência entre a princesa Isabel da Boémia e René Descartes e a teoria das emoções

Autores

  • Mendo Castro Henriques Universidade Católica Portuguesa

DOI:

https://doi.org/10.7213/2175-1838.13.espec.DS06

Palavras-chave:

Mente, corpo, paixões, tristeza, emoções, método

Resumo

A correspondência (1643-1649) entre a princesa Isabel da Boémia e René Descartes, só integralmente conhecida em finais do século XIX, é reveladora de preocupações comuns e de afeição mútua. O presente artigo visa recuperar o lugar de Isabel na evolução da filosofia em geral, e da antropologia cartesiana em particular. Aplica-se a hermenêutica a uma conversação que não teria cabimento numa obra formal, de modo a entender como temas do quotidiano se tornaram objeto de reflexão e, inversamente, essa reflexão veio lançar luz sobre esses mesmos temas. Na sequência de estudos de Henriques (1996) e dos contributos marcantes de Shapiro (1999) e Jeffery (2018) sugere-se como a teoria das emoções de Isabel proporcionou a Descartes a evolução do tratamento da dualidade de corpo e alma no Tratado sobre as paixões da alma (1649), já fora do escopo deste artigo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

DESCARTES, R. Oeuvres de Descartes. 11 vol. Publiées par Charles Adam et Paul Tannery. Paris: Librairie Philosophique J. Vrin, 1996. (cit. pela sigla AT).

DESCARTES, R. Correspondance de Descartes. Ch. ADAM et G. MILHAUD, Paris: PUF, 1951-1960. (cit. pela sigla AM).

DESCARTES, R. Meditações de Filosofia Primeira, IV. Paris: Adam-Tannery, 1999. v. VII.

DAMÁSIO, A. Ao encontro de Spinoza. Lisboa: Europa-América, 2003.

FOUCHER DE CAREIL. Descartes et la Princesse Elisabeth. Paris: Germer-Baillière, 1879.

GODFREY, E. A sister of Prince Rupert: Elizabeth Princess Palatine and Abbess of Herford. London; New York: J. Lane, 1909.

HENRIQUES, M. C. Descartes e a Possibilidade da Ética. In: CANTISTA, M. J.; MEIRINHOS, J. F. (coord.). Descartes, reflexão sobre a modernidade: Actas do Colóquio Intemacional (Porto, 18-20 de Novembro, 1996). Porto: Edição Fundação Eng. António de Almeida, 1998. p. 253-266.

JEFFERY, R. Princess Elisabeth of Bohemia: The Philosopher Princess. London: Lexington Books, 2018.

SHAPIRO, L. Princess Elisabeth and Descartes: The Union of Soul and Body and the Practice of Philosophy. British Journal for the History of Philosophy, v. 7, p. 503-520, 1999.

SHAPIRO, L. (ed. and trans.). The Correspondence of Princess Elizabeth of Bohemia and René Descartes. Chicago: Chicago University Press, 2007.

Downloads

Publicado

2021-03-31

Como Citar

Henriques, M. C. (2021). A correspondência entre a princesa Isabel da Boémia e René Descartes e a teoria das emoções. Revista Pistis Praxis, 13. https://doi.org/10.7213/2175-1838.13.espec.DS06