A maldade dos homens se multiplicou sobre a terra: sobre o fenômeno da violência na bíblia

Autores

  • Haroldo Reimer Universidade Estadual de Goiás
  • Ivoni Richter Reimer Pontifícia Universidade Católica de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.7213/175-1838.10.001.DS06

Palavras-chave:

Bíblia. Violência. Religião. Relações de Poder.

Resumo

O artigo procura descortinar como a questão da violência é tratada em textos da Bíblia. Parte-se da constatação de que não há na Bíblia um termo específico para designar o que hodiernamente chamamos de violência, abarcando desde a violência física até a violência psicológica/simbólica. Com base em pesquisa bibliográfica, o artigo ressalta que a violência é um fenômeno que acompanha a história dos humanos na sua relação com o ambiente e com outras pessoas, sendo sua realização sempre uma possibilidade latente. Busca-se mostrar como os autores dos textos bíblicos se utilizam da linguagem comum, com todas as possibilidades e expressões de violência, para expressar conteúdos, em parte, em conformidade com estruturas culturais e de poder e violência e, em parte, apresentando projeções contraculturais. Indica-se também que, apesar do uso intensivo de linguagem com semântica da violência, textos bíblicos também projetam formas de superação da violência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BENNETT, H. V. Injustice made legal: Deuteronomic law and the plight of widow, strangers and orphans in ancient Israel. Grand Rapids; Cambridge: Eerdmans Publisching Company, 2002.

BÍBLIA DE ESTUDO JERUSALÉM [BEJ]. São Paulo: Paulus, 2002.

BORTOLINI, J. Como ler o Evangelho de João: o caminho da vida. 1.ed. São Paulo: Paulus, 1994.

BROER, I. Exousía: Freiheit […] Macht. In: BALZ, H.; SCHNEIDER, G. In: Exegetisches Wörterbuch zum Neuen Testament. 2. ed. Stuttgart; Berlin; Köln: Kohlhammer, 1992. p. 23-29.

CARDOSO, N. P. Onde estiver o seu Tesouro ali também o seu Coração: Mineração, Tecnologia e Economia em Jó 28. Caminhos, Goiânia, v. 14, n. 1, p. 97-111, 2016.

CROATTO, J. SEVERINO. As linguagens da experiência religiosa: uma introdução à fenomenologia da religião. Trad. Carlos Maria Vásquez Gutiérrez. São Paulo: Paulinas, 2001.

CRUESEMANN, F. A Torá: teologia e história social da lei no Antigo Testamento. Trad. Haroldo Reimer. Petrópolis: Vozes, 2002.

DETIENNE, C. V. R. Em desmemória dela: violência jurídica e simbólica contra a mulher na Bíblia Hebraica. In: RICHTER REIMER, I. (org.). In: Direitos Humanos: enfoques bíblicos, teológicos e filosóficos. São Leopoldo: Oikos; Goiânia: Ed. da PUC Goiás, 2011. p. 61-72.

DREHER, C. A. A constituição dos exércitos no Reino de Israel. São Paulo: Paulus; São Leopoldo: CEBI, 2002.

EXUM, J. C. Judges: Encoded Messages to Women. In: SCHOTTROFF, L.; WACKER, M.-T. (Eds.). Feminist Biblical Interpretation: a Compendium of Critical Commentary on the Books of the Bible and Related Literature. Michigan/Cambridge: Grand Rapids; Eerdmans Publishing Co., 2012. p. 112-127.

GUERRA, D. D. O Reino de Deus e o mundo dos homens: em busca da heterotopia joanina. Dissertação (Mestrado em Ciências da Religião) — PUC Goiás, Goiânia, 2015.

GÜNTHER, W. Pecado. In: COENEN, L.; BROWN, C. Dicionário Internacional de

Teologia do Novo Testamento. 2. ed. São Paulo: Vida Nova, 2000. p. 1598-1602.

HABERMANN, R. Gospel of John: spaces for Women. In: SCHOTTROFF, L.; WACKER, M.-T. (Eds.). Feminist Biblical Interpretation: a Compendium of Critical Commentary on the Books of the Bible and Related Literature. Michigan/Cambridge: Grand Rapids; Eerdmans Publishing Co., 2012. p. 662-679.

HORSLEY, R. A. Jesus e o Império: o reino de Deus e a nova desordem mundial. São Paulo: Paulus, 2004.

KESSLER, R. História social do antigo Testamento. Trad. Haroldo Reimer. São Paulo: Paulinas, 2009.

KRÜGER, R. Pobres y ricos en la epístola de Santiago: el desafío de un Cristianismo profético. Buenos Aires: LUMEN/ISEDET, 2005.

KEGLER, J. Über die Zeit der Richterinnen und Richter. In: BAIL, U. et al. Bibel in gerechter Sprache. 1. Aufl. Gütersloh: Gütersloher Verlagshaus, 2006. p. 416-457. [Introdução e tradução de Juízes].

LUZ, U. Das Evangelium nach Matthäus. Zürich; Einsiedeln; Köln: Benziger; Neukirchen-Vluyn: Neukirchener, 1985.

REIMER, H. Bíblia e ecologia. São Paulo: Reflexão, 2010.

REIMER, H. O antigo Israel. História, textos e representações. São Paulo: Fonte Editorial; Anápolis: Ed. da UEG, 2017.

REIMER, H. Pobre sujeito. Sobre o direito dos empobrecidos no livro de Jó. In: DREHER, C. A. et al. Profecia e esperança: um tributo a Milton Schwantes. São Leopoldo: Oikos, 2006. p. 239-257.

RICHARD, P. Apocalipse: reconstrução da esperança. Petrópolis: Vozes, 1996.

RICHTER REIMER, I; MATOS, K. Silencioso desespero: violência e silêncio contra a mulher em casa e na Bíblia. In: RICHTER REIMER, I (org.). Direitos Humanos: enfoques bíblicos, teológicos e filosóficos. São Leopoldo: Oikos; Goiânia: Ed. da PUC Goiás, 2011. p. 73-90.

RICHTER REIMER, I. Women in the Acts of the Apostles: a feminist liberation Perspective. Minneapolis: Fortress Press, 1995.

RICHTER REIMER, I. O Belo, as Feras e o Novo Tempo. São Paulo: Vozes; São Leopoldo: CEBI, 2000.

RICHTER REIMER, I. Patriarcado e economia política: o jeito romano de organizar a casa. In: RICHTER REIMER, I. (org.). Economia no Mundo Bíblico:

enfoques sociais, históricos e teológicos. São Leopoldo: CEBI; Sinodal, 2006. p. 72-97.

RICHTER REIMER, I. Ananias e Safira nas origens do Cristianismo e suas interpretações: reler e reconstruir Atos 5,1-11. São Leopoldo: Oikos, 2011.

SANTOS, J. R. dos. Religião e violência contra a mulher: diferentes olhares. In: RICHTER REIMER, I. (org.). Direitos Humanos: enfoques bíblicos, teológicos e filosóficos. São Leopoldo: Oikos; Goiânia: Ed. da PUC Goiás, 2011. p. 91-104.

STEGEMANN, W. Jesus e seu tempo. São Leopoldo: Sinodal/EST, 2012.

SCHWANTES, M. Das Recht der Armen. Frankfurt: Peter Lang, 1977.

SCHWANTES, M. O direito dos pobres. São Bernardo do Campo: Editeo; São Leopoldo: Oikos, 2012.

SCHÜSSLER FIORENZA, E. Das Buch der Offenbarung: Vision einer gerechten Welt. Stuttgart; Berlin; Köln: Kohlhammer, 1994.

SINGH, P. (org.). As igrejas dizem NÃO à violência contra a mulher: plano de ação para as igrejas. Genebra: Federação Luterana Mundial; São Leopoldo: Sinodal, 2005.

STRACK, H.; BILLERBECK, P. Das Evangelium nach Markus, Lukas und Johannes und die Apostelgeschichte erläutert aus Talmud und Midrasch. 9. Ed. München: C.H.Beck’sche Verlagsbuchhandlung, 1989.

TAMEZ, E. Santiago: Lectura latinoamericana de la epístola. San José/Costa Rica: DEI, 1985. (Colección aportes).

BÍBLIA TRADUÇÃO ECUMÊNICA (TEB). São Paulo: Loyola, 1994.

WENGST, K. Pax Romana: pretensão e realidade. São Paulo: Paulinas, 1981.

WENGST, K. Das Johannes-evangelium. v.2. Stuttgart; Berlin; Köln: Kohlhammer, 2000.

Downloads

Publicado

2018-04-26

Como Citar

Reimer, H., & Reimer, I. R. (2018). A maldade dos homens se multiplicou sobre a terra: sobre o fenômeno da violência na bíblia. Revista Pistis Praxis, 10(1). https://doi.org/10.7213/175-1838.10.001.DS06