A capacidade de outrar-se – diferenças como desafio para a prática do cuidado e aconselhamento pastoral

Autores

  • Mary Rute Gomes Esperandio Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR)

DOI:

https://doi.org/10.7213/pp.v3i2.13220

Palavras-chave:

Diferença, Subjetividade, Cuidado, Aconselhamento pastoral intercultural e inter-religioso, Outramento.

Resumo

Este texto tem como propósito refletir sobre um dos principais elementos que fazem parte das competências requeridas daquele(a) que se envolve na atividade do cuidado e do aconselhamento pastoral: a capacidade de outrar-se. Tal reflexão é motivada pela vivência de outramento promovida pela SIPCC (Society for Intercultural Pastoral Care and Counselling) em seu 21º Seminário, que teve como tema: “Diferenças como oportunidade – cuidado e aconselhamento em sociedades multiculturais e multirreligiosas – o exemplo de Haifa, Israel”. Assim, o texto apresenta uma breve caracterização da instituição promotora do seminário e da programação do 21º evento para, em seguida, discutir sobre duas questões pertinentes à capacitação de cuidadores pastorais em contexto brasileiro: 1) o encontro com as diferenças e a capacidade de outrar-se, e 2) a necessidade de criação de um fórum, no contexto brasileiro, para debater questões relacionadas à prática do cuidado e aconselhamento pastoral inter-religioso e intercultural. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mary Rute Gomes Esperandio, Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR)

Psicóloga Doutora em Teologia pela EST/IEPG, professora adjunta no Programa de Pós-Graduação, Mestrado em Teologia, na Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), São Leopoldo, RS - Brasil.

Referências

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CONSELHEIROS BÍBLICOS – ABCBC. Corpo

de psicólogos e psiquiatras cristãos: estatuto social. Disponível em: . Acesso em: 21 jan. 2011.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ACONSELHAMENTO CRISTÃO EVANGÉLICO – ABRACE. Disponível em: <http://www.abrace.net/historico.html>. Acesso em: 21 jan. 2011.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ACONSELHAMENTO. Fundamentos Teológicos do aconselhamento. São Leopoldo: IEPG/Sinodal, 1998.

DELEUZE, G. Conversações. 1972-1990. 2. ed. São Paulo: Editora 34, 1998.

FARRIS, J. Interfaith spiritual care: a view from Brazil. In: SCHIPANI, D. S.; BUECKERT, L. D. Interfaith Spiritual Care. Understandings and Practices. Ontario; Germany: Pandora Press; SIPCC, 2009. p. 171-189.

FEDERSCHMIDT, K. H. Intercultural pastoral care and counselling. reflections on the background of the intercultural seminars in 1995, 1996. p. 37-46. In: SOCIETY FOR INTERCULTURAL PASTORAL CARE AND COUNSELLING – SIPCC. Workbook on Intercultural Pastoral Care and Counselling. 2004. Disponível em: <http://www.ekir.de/sipcc/workbook-final1.pdf>. Acesso em: 2 out. 2009.

PESSOA, F. Novas poesias inéditas. 4. ed. Lisboa: Ática, 1993.

ROLNIK, S. O mal-estar na diferença. 1995. Disponível em: . Acesso em: 23 set. 2009.

Downloads

Publicado

2011-10-06

Como Citar

Gomes Esperandio, M. R. (2011). A capacidade de outrar-se – diferenças como desafio para a prática do cuidado e aconselhamento pastoral. Revista Pistis Praxis, 3(2), 425–447. https://doi.org/10.7213/pp.v3i2.13220

Edição

Seção

Dossiê