AS FESTAS RELIGIOSAS, O PROFANO NO SAGRADO: formação dos professores

Autores

  • Luiz Alberto Sousa Alvesa Pontifícia Universidade Católica do Paraná
  • Sérgio Rogério Azevedo Junqueira Pontifícia Universidade Católica do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.7213/pp.v1i2.10700

Palavras-chave:

Mito, Tradição religiosa, Educação, Ritos, Festas.

Resumo

O texto apresenta o papel das festas nas tradições religiosas que apresentam elementos como mito, rito, símbolo, música, dança, luxo e beleza. Na busca de construir a leitura religiosa da sociedade, favorecendo articulação de uma nova configuração do Ensino Religioso. Por exemplo, o mito é a primeira tentativa do homem para entender o cosmos e a vida. Como ainda não tinham desenvolvido uma ciência natural que lhes ajudasse a compreender toda essa complexidade, o homem criou os mitos, que se constituem numa ferramenta poderosa de explicação do macro e microcosmo, os mitos são histórias que, contadas e ouvidas, suscitam a reflexão sobre o tema abordado. Outros aspectos podem ser compreendidos nesta ampla perspectiva. A festa com todos os seus elementos têm a função de tornar a vida humana mais leve e fácil de ser vivida. Ela ajuda a comunidade a confiar na sua capacidade de organização e realização de seus projetos. A estrutura da festa se relaciona também com a estrutura da vida das pessoas no seu cotidiano.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiz Alberto Sousa Alvesa, Pontifícia Universidade Católica do Paraná

Mestre em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), Professor do Curso de Bacharelado em Teologia da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), Membro do Grupo de Pesquisa Educação e Religião (GPER), Curitiba, PR - Brasil

Sérgio Rogério Azevedo Junqueira, Pontifícia Universidade Católica do Paraná

Doutor em Ciências da Educação, Universidade Pontifícia Salesiana de Roma (Itália), Líder do Grupo de Pesquisa Educação e Religião (GPER), Professor do Programa de Pós-Graduação em Teologia da PUCPR, Curitiba, PR - Brasil

Referências

BRASIL. Lei n. 9.475, de 22 de julho de 1997. Da nova redação ao artigo 33 da lei 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União, Poder Legislativo, Brasília, DF, 23 jul. 1997. p. 15824. Disponível em: <http://www6.senado.gov.br/legislacao/ ListaPublicacoes.action?id=146598>. Acesso em: 15 jul. 2009.

CAMPBELL, J. As máscaras de Deus: mitologia ocidental. São Paulo: Pala Athena, 2004.

DURKHEIM, E. As formas elementares da vida religiosa: o sistema totêmico na Austrália. São Paulo: Martins Fontes, 1996.

ELIADE, M. Tratado de história das religiões. Lisboa: Cosmos, 1977.

OLIVEIRA, L. B. et al. Ensino religioso: fundamentos e métodos. São Paulo: Cortez, 2007. (Coleção docência em formação. Série ensino fundamental).

Downloads

Publicado

2009-10-24

Como Citar

Alvesa, L. A. S., & Junqueira, S. R. A. (2009). AS FESTAS RELIGIOSAS, O PROFANO NO SAGRADO: formação dos professores. Revista Pistis Praxis, 1(2), 415–434. https://doi.org/10.7213/pp.v1i2.10700