Experiência religiosa e Psicologia: contribuições da fenomenologia segundo Ales Bello

Marcio Luiz Fernandes

Resumo


A abordagem de Ales Bello constitui uma referência importante para a compreensão dos processos e relações estabelecidas entre a fenomenologia e a psicologia, sobretudo no que se refere às pesquisas qualitativas realizadas no Brasil. A comunidade humana e intelectual, criada em torno da escola romana de fenomenologia sob a inspiração dos seus trabalhos, coloca em prática um procedimento metodológico em círculos concêntricos, cujo objetivo é realizar um processo contínuo de aprofundamento das questões em torno da subjetividade e do sentido do sagrado. Do ponto de vista da história da psicologia, é necessário lembrar que a própria fenomenologia nasceu a partir da solicitação e das ambições da nascente ciência, a fim de oferecer à pesquisa psicológica as necessárias indicações para as perguntas a respeito do significado da vida psíquica e dos atos psíquicos. Neste particular, a contribuição de Ales Bello foi significativa, porque no âmbito da psicologia acadêmica brasileira ela indicou que o retorno às fontes da pesquisa fenomenológica permitiria não somente compreender o que representava esta nova escola filosófica, mas revelou a estreita relação de Husserl e seus discípulos na elaboração das bases teóricas para a psicologia.


Texto completo:

PDF

Referências


ALES BELLO, A. Cultura e religiões: uma leitura fenomenológica. Trad. Antonio Angonese. Bauru-SP: EDUSC, 1998.

ALES BELLO, A. A fenomenologia do ser humano. Trad. Antonio Angonese. Bauru-SP:EDUSC, 2000.

ALES BELLO, A. Fenomenologia e Ciências Humanas. Trad. Miguel Mahfoud e Jacinta

Turolo Garcia. Bauru: EDUSC, 2004.

ALES BELLO, A; DE LUCA, A. Le fonti fenomenologiche della psicologia. Pisa: Edizioni ETS, 2005.

ALES BELLO, A. Introdução à Fenomenologia. Trad. Miguel Mahfoud e Marina Massimi. Bauru-SP: EDUSC, 2006.

ALES BELLO, A. Il sacrifício del sacro alladesacralizzazione. Memorandum, Belo Horizonte, v. 16, p. 19-33, 2009a. Disponível em:. Acesso em: 15 out. 2016.

ALES BELLO, A. Edith Stein o dell´armonia: esistenza, pensiero, fede. Roma: Studium, 2009b.

ALES BELLO, A.; ALFIERI, F.; SHAHID, M. (orgs.). Edith Stein, Hedwig Conrad-Martius, Gerda Walther: fenomenologia della persona, dellavita e dellacomunità.Cerchiconcentrici. Bari: Edizioni Giuseppe Laterza, 2011.

ALES BELLO, A. Prefácio. In: MAHFOUD, M.; MASSIMI, M. (org.). Edith Stein e a psicologia: teoria e pesquisa. Belo Horizonte: Artesã Editora, 2013a.

ALES BELLO, A. Prefácio. In: ZWEIG, S. Brasile, terra del futuro. Roma: Elliot, 2013b.

ALES BELLO, A. Il senso delle cose: per un realismo fenomenologico. Roma: Castelvecchi, 2013c.

ALES BELLO, A. Edith Stein: a paixão pela verdade. Trad. José J. Queiroz. Curitiba: Juruá, 2014a.

ALES BELLO, A. Il senso del sacro: dall´arcaicità alla desacralizzazione. Roma: Castelvecchi, 2014b.

ALES BELLO, A. La ricezionedi Edith Stein: um percorsobibliografico. In: MANGANARO, P.; NODARI, F. (eds). Ripartire da Edith Stein: la scoperta di alcuni manoscriti inediti. Brescia: Morcelliana, 2014c. p. 161-167.

ALES BELLO, A. Fenomenologia, ontologia e metafísica em Edith Stein. Memorandum, Belo Horizonte, v. 29, p. 194-207, 2015a. Disponível em: . Acesso em: 15 out. 2016.

ALES BELLO, A.; ALFIERI, F. (eds). Edmund Husserl e Edith Stein: duefilosofi in dialogo. Brescia: Morcelliana, 2015b.

ALES BELLO, A. Pessoa e comunidade: comentários à Psicologia e Ciências do Espirito de Edith Stein. Trad. Miguel Mahfoud e Jacinta Turolo Garcia. Belo Horizonte: Artesã, 2015.

ALES BELLO, A. Edmund Husserl: pensar Deus, crer em Deus. Trad. Jacinta Turolo Garcia e Márcio Luiz Fernandes. São Paulo: Paulus, 2016a.

ALES BELLO, A. Il senso dell´umano: tra fenomenologia, psicologia e psicopatologia. Roma: Castelvecchi, 2016b.

ALFIERI, F. Die Rezeption Edith Steins. Internationale Edith-Stein-Bibliographie (1942-2012). Festgahefur M. AmataNeyer OCD, Sondernummerdes Edith Stein Jahrbuches, Vorwort v. U. Dobhan OCD, Geleitwort v. H.-B. Gerl-Falkovitz u. A. Ales

Bello, Einfuhrung v. F. Alfieri OFM, Echter: Wurzburg, 2012.

ALFIERI, F. Pessoa humana e singularidade em Edith Stein. Prefácio de Juvenal Savian Filho. São Paulo: Perspectiva, 2015.

CORTELLESI, B. L´influenza del pensiero di Edith Stein in Italia. In: SHAHID, M.;CORTELLESI, B. (eds). Ascolto di Edith Stein: voce del mondo. Prefazionedi Angela Ales Bello. Ariccia: Aracne, 2016. p. 69-85.

ALLPORT, G. W. Divenire. Firenze: Editrice Universitaria, 1968.

GHIGI, N. A hilética na fenomenologia: a propósito de alguns escritos de Angela Ales Bello. Memorandum, Belo Horizonte, v. 4, p. 48-60, 2003. Disponível em:

. Acesso em:15 out. 2016.

HUSSERL, E. La crise delle scienze europee e la fenomenologia trascendentale. Trad. E.Filippini. Milano: Il Saggiatore, 1987.

MAHFOUD, M.; MASSIMI, M. (org.). Edith Stein e a psicologia: teoria e pesquisa. Belo Horizonte: Artesã Editora, 2013.

MAHFOUD, M.; MASSIMI, M. La fenomenologia come metodo per la psicologia.In: BACCARINI, E.; D’AMBRA, M.; MANGANARO, P.; PEZZELLA, A. M. (edd.)Persona, Logos, Relazione: una fenomenologia plurale, scritti in onore di Angela Ales Bello. Roma: Città Nuova, 2011. p. 805-811.

MAHFOUD, M. Das vivências ao mundo: pessoa, comunidade e ciência com Edith Stein. A presença de Angela Ales Bello. In: ALES BELLO, A. Pessoa e comunidade: comentáriosà Psicologia e Ciências do Espírito de Edith Stein. Trad. Miguel Mahfoud e Jacinta Turolo Garcia. Belo Horizonte: Artesã, 2015. p. 7-17.

MANGANARO, P.; NODARI, F. (eds). Ripartire da Edith Stein: la scoperta di alcuni manoscriti inediti. Brescia: Morcelliana, 2014.

SHAHID, M.; CORTELLESI, B. (eds). La sfida del realismo trascendentale: intorno ad uma proposta di Angela Ales Bello. Roma: Qulture, 2015.

TUROLO GARCIA, J; GOTO, T. A. La ri(costruzione) del pensiero di Edith Stein in Brasile. In: SHAHID, M.; CORTELLESI, B. (edd.). In ascolto di Edith Stein: voce del mondo. PrefazionediAngela Ales Bello. Ariccia: Aracne, 2016. p. 186-199.

VERDUCCI, D. Far vivere l’eredità fenomenologica nella post-modernità. In:BACCARINI, E.; D’AMBRA, M.; MANGANARO, P.; PEZZELLA, A. M. (ed.). Persona,

Logos, Relazione: una fenomenologia plurale, scritti in onore di Angela Ales Bello. Roma: Città Nuova, 2011. p. 791-804.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/2175-1838.09.001.DS07

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.