Pastoral urbana: o “ver” decolonial de Jesus

Carlos Alberto Motta Cunha, Junior Vasconcelos do Amaral

Resumo


Como o ministério de Jesus Cristo, descrito nos Evangelhos, pode inspirar e desafiar a teologia pastoral de hoje? O presente artigo busca respostas inconclusas à esta questão, apontando para uma pastoral cristã no contexto urbano contemporâneo. O mundo da cidade, dinâmico e plural, interpela a prática pastoral capaz de “ver” com profundidade os seus dilemas e dar uma palavra prática e libertadora às pessoas que lutam pela sobrevivência. Inspirados pelo caminho do próprio Cristo, oferecemos uma análise exegética de pequenas narrativas do “ver de Jesus” à luz do pensamento decolonial como provocações para a pastoral urbana. Sem medo de cair em anacronismos, constatamos a importância dos feitos subversivos de Jesus em romper as amarras colonialistas e promover a decolonialidade dos corpos e das convicções.


Palavras-chave


Pastoral urbana. Práxis cristã. Pensamento decolonial.

Texto completo:

PDF

Referências


BALLESTRIN, L. América Latina e o giro decolonial. Revista Brasileira de Ciência Política, Brasília, n. 11, maio/ago. 2013.

BRIGHENTI, A. Teologia Pastoral: a inteligência da ação evangelizadora. Petrópolis: Vozes, 2021.

CASTILLO, J. A humanidade de Jesus. Petrópolis: Vozes, 2017.

CASTILLO, J. Espiritualidade para insatisfeitos. São Paulo, Paulus, 2012.

CELAM. Documento de Aparecida, Texto conclusivo da V Conferência do Episcopado latino-americano e do Caribe. São Paulo: CNBB, Paulus, Paulinas, 2007.

JEREMIAS, J. O Sermão da Montanha. São Paulo: Ed. Paulinas, 1976.

HOUAISS, A.; VILLAR, M. S. Dicionário Hoauiss da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Objetiva, 2001.

INCHAUSTI, R. Ortodoxia subversiva: foras da lei, revolucionários e outros cristãos disfarçados. São Paulo: É Realizações, 2021.

MIGNOLO, W. Histórias locais/Projetos globais: colonialidade, saberes subalternos e pensamento liminar. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2003.

MIGNOLO, W. La idea de América Latina. La herida colonial y la opción decolonial. Barcelona: Gedisa, 2007.

MOJICA, D. A. S. Reseña de “El giro decolonial: reflexiones para una diversidad epistémica más allá del capitalismo global” de Santiago Castro-Gómez y Ramón Grosfoguel (Eds.) Nómadas (Col), n. 27, p. 239-242, 2007. Disponível em: . Acesso em: 26 fev. 2021.

QUIJANO, A. Colonialidad y modernidad-racionalidad. In: PALERMO, Z.; QUINTERO, P. (Coord.). Aníbal Quijano: textos de fundación. Buenos Aires: Editorial: Ediciones del Signo, 2016.

SANTOS, B. S.; MENESES, M. P. (Orgs.). Epistemologias do sul. São Paulo: Cortez, 2010.

SOBRINO, J. A fé em Jesus Cristo: ensaio a partir das vítimas. Petrópolis: Vozes, 2000.

THEISSEN, G.; MERZ, A. O Jesus histórico: um manual. 2.ed. São Paulo: Loyola, 2004.

WALLERSTEIN, I. The Modern World System. New York: Academic Press, 1974.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/2175-1838.13.02.DS07

Apontamentos

  • Não há apontamentos.