Profetismo e resistência ao poder clerical num movimento feminino do séc. XII: luzes para o papel eclesial da mulher em tempo de pós-pandemia

Edelcio Serafim Ottaviani

Resumo


O presente artigo é um exercício de reflexão em tempo de isolamento social, para pensar a
ação pastoral da Igreja pós-pandemia e o papel das mulheres num processo de evangelização
cada vez mais envolvido com o ambiente virtual. Dividido em duas partes, analisa
primeiramente, com o auxílio de outros saberes, a tripla crise (pandêmica, eclesial e
econômico/política) em que vive a Igreja Católica e problematiza a ênfase dada à celebração
eucarística virtual, médium de uma pastoral de manutenção, por meio da qual mais uma vez
é obnubilado o papel evangelizador das mulheres. Num segundo momento, ao seguir a
estratégia contemporânea de José Comblin e Michel Foucault — que vão ao passado em busca
de luzes para responder aos problemas de hoje — retoma a polêmica em torno do movimento
das beguinas, como forma de tornar evidente os mecanismos de sujeição do clericalismo
patriarcal há muito presente na estrutura eclesial. Por fim, associa as intuições do Beguinato
às propostas pastorais contidas nos documentos preliminares ao Sínodo da Amazônia
(Documento Preparatório e Instrumentum Laboris), como forma de instauração de um
discipulado de iguais, capaz de interceptar o colonialismo e o patriarcalismo, que dão
sustentação ao sistema injusto em que vivemos.


Palavras-chave


Pandemia – resistência – profetismo – discipulado de iguais – Beguinato

Texto completo:

PDF

Referências


AGAMBEN, G. O que é o contemporâneo? E outros ensaios. Trad. Vinicius Nicastro Honesko.

Chapecó: Argos, 2009.

ALBUQUERQUE, J. Susan Sontag acertou ao denunciar metáfora que compara doença a

guerra. Folha de São Paulo, 21 abr. 2020. Disponível em:

https://www1.folha.uol.com.br/colunas/juliana-de-albuquerque/2020/04/susan-sontagacertou-

ao-denunciar-metafora-que-compara-doenca-a-guerra.shtml?origin=uol. Acesso

em: 10 mai. 2020.

ALMEIDA, A. J. Milhares de comunidades sem eucaristia interpelam o Sínodo da Amazônia.

Pistis e Práxis, Curitiba, v. 11, n. 3, p. 585-616, set./dez. 2019.

BESEN, J. A. Evangelii Gaudium, Lumen Fidei. A Alegria do Evangelho é a Luz da Fé:

Interpelações do Papa Francisco para a Igreja de hoje. Encontros Teológicos, n. 67, ano 29,

n. 1, p. 151-171, 2014.

COMBLIN, J. Vocação para a Liberdade. São Paulo: Paulus, 1998.

COMBLIN, J. O Povo de Deus. 2. ed. São Paulo: Paulus, 2002.

COMBLIN, J. A Profecia na Igreja. São Paulo: Paulus, 2008.

COMBLIN, J. O Espírito Santo e a Tradição de Jesus. São Bernardo do Campo: Nhanduti,

(Obra Póstuma)

DOCUMENTOS DO CONCÍLIO VATICANO II. Lumen Gentium [LG]. 2. ed. São Paulo: Paulus,

a. p. 101-197.

DOCUMENTOS DO CONCÍLIO VATICANO II. Sacrosanctum Concilium [SC]. 2. ed. São Paulo:

Paulus, 2002b. p. 33-79.

FOUCAULT, M. Em Defesa da Sociedade. Curso ministrado no Collège de France de 1975-

Maria Ermantina Galvão. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

FOUCAULT, M. Segurança, Território e População. Curso no Collège de France (1977-1978).

Trad. Eduardo Brandão. São Paulo: Martins Fontes, 2008.

FOUCAULT, M. A Coragem da Verdade. Curso ministrado no Collège de France em 1984.

Trad. Eduardo Brandão. São Paulo: Martins Fontes, 2011.

FRANCISCO, Papa. Gaudete et Exultate: exortação apostólica sobre a chamada à santidade

no mundo atual. São Paulo: Paulinas, 2019. (Doc. 206).

FRANCISCO, Papa. Carta do Papa aos Presbíteros por ocasião dos 160 anos da morte do Cura D’Ars.

Disponível em: http://www.vatican.va/content/francesco/pt/letters/2019/documents/papafrancesco_

_lettera-presbiteri.html. Acesso em: 21 mai. 2020.

JOÃO PAULO II (promulgou). Catecismo da Igreja Católica [CAT]. São Paulo: Loyola, Vozes,

Salesiana, Paulinas, Ave-Maria, Paulus, 1999.

LUCIANI, R. (SJ). Es la hora de ayunar del Pan y aprender a comulgar con la Palabra. In

VVAA. Covid 19. S.l.: MA-Editores, 2020. p. 21-28.

MERKEL, A. Discurso al pueblo alemán ante la situación del Coronavirus. In: VVAA. Covid

S.l.: MA-Editores, 2020. p. 86-93.

OTTAVIANI, E.; PATUZZO, I. Discipulado de Francisco e Resistência no Papado de Francisco.

Encontros Teológicos, v. 35, n. 1, p. 45-51, jan./abr. 2020.

PANCIERA, S. Les Béguines. Namur: Fidélité, 2009.

POLITI, M. François parmi les loups. Traduit de l’italien para Samuel Sfez. L’Isle –

d’Espagnac: Philippe Rey, 2016. (Francesco tra i lupi).

SCHMITT, J.-C. Mort d’une Hérésie. L’Église et les clercs face aux béguines et aux béghards

du Rhin supérieur du XIVe au XVe siècle. Paris: Mouton/École des Hautes Études en Science

Sociales, 1978.

SECRETARIA GERAL DO SÍNODO PARA A AMAZÔNIA. Documento Preparatório: (DP):

“Amazônia: Novos Caminhos para a Igreja e para a Ecologia Integral”. Disponível em:

http://www.sinodoamazonico.va/content/sinodoamazonico/pt/documentos/documentopreparatorio.

pdf. Acesso em: 10 mai. 2020.

SÍNODO DOS BISPOS ASSEMBLEIA ESPECIAL PARA A REGIÃO PAN-AMAZÔNICA.

Amazônia: Novos Caminhos para a Igreja e para a Ecologia Integral: Instrumentum Laboris

(IL). São Paulo: Paulinas, 2019. (Documento 52).

SOUSA SANTOS, B. A Cruel Pedagogia do Vírus. Coimbra: Almedina, 2020.

SPADARO, A. (SJ). Entrevista exclusiva do Papa Francisco. São Paulo: Paulus; Loyola, 2013.

VIGANÒ, C. M. et al. Apelo para Igreja e para o Mundo. 7 mai. 2020. Disponível em:

http://www.diesirae.pt/2020/05/apelo-para-igreja-e-para-o-mundo.html. Acesso em: 22

mai. 2020.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/2175-1838.12.003.DS11

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.