Uma igreja sinodal e “em saída” na Amazônia: Os maiores desafios apontados por bispos do Brasil

Joachim Andrade, Estêvão Raschietti

Resumo


Dentre os inúmeros desafios que emergiram no processo de preparação do Sínodo da Amazônia, bispos sinodais do Brasil selecionaram sete mais urgentes. Eles são fruto da escuta de dos povos originários, ribeirinhos e quilombolas, nas florestas ou nas cidades, apontando para novos caminhos para a Igreja e para uma ecologia integral. Para o aprofundamento da reflexão dos bispos sinodais a respeito, cada desafio ganhou um tratamento teológico-pastoral, na perspectiva das diretrizes do documento de preparação do evento. A preocupação dos bispos é com a vida dos povos na região e com a missão da Igreja naquele contexto. Além do cuidado e defesa da ecologia, há a afirmação da necessidade de uma Igreja com rosto amazônico, que passa pela inculturação da fé, o acesso das comunidades eclesiais aos sacramentos e a efetiva participação das mulheres, assim como pela formação dos agentes de pastoral e o aprimoramento das comunicações na região.


Palavras-chave


Amazônia. Sínodo. Bispos. Missão. Ecologia.

Texto completo:

PDF

Referências


AMERINDIA. Hacia el Sínodo Panamazónico. Desafíos y aportes desde América Latina y el Caribe. DGP Editores: Bogotá, 2019.

APARECIDO DA SILVA, A. « Théologie afro-américaine au Brésil: expression du pluralisme théologique ». Em: MULLER, H. A. M.; VILLEPELET, D. Risquer la foi dans nos sociétés. Églises d’Amérique latine et d’Europe en dialogue. Paris: Karthala, 2005. p. 183-197.

ARAUJO, W. TAVEIRA, B e FOGAÇA, T. Geografia da população. Curitiba: Intersaberes, 2016.

ASCENJO GÁLVEZ, L. A. “La conversión pastoral: un llamado a vivir en libertad y comunión”. Medellín 134 (2008): 247-275.

BEOZZO, J. O. « Globalisation en Amérique latine dans le contexte historique des interactions mondiales ». Em: MULLER, H. A. M.; VILLEPELET, D. Risquer la foi dans nos sociétés. Églises d’Amérique latine et d’Europe en dialogue. Paris: Karthala, 2005. p. 85-116.

BENTO XVI. Mensagem para o 44º Dia Mundial das Comunicações Sociais, 2010. Disponível em: . Acesso em: 30 de Jul. 2019.

BRIGHENTI, A. Por uma evangelização inculturada. Princípios pedagógicos e passos metodológicos. São Paulo: Paulinas, 1998, p. 10-23.

BRIGHENTI, A. “A pastoral na vida da Igreja. Repensando a missão evangelizadora em tempos de mudança”. CNBB-Comissão episcopal para a Animação Bíblico-catequética. Congresso Nacional de Catequese. Brasília: Ed. CNBB: 2012. p. 117-138.

BRIGHENTI, A. “Énfasis pastorales de la Iglesia en América Latina y El Caribe en los últimos 50 años”. Revista Medellín, n. 123, p. 375-398, 2005.

BRIGHENTI, A. Dívida Externa e Neocolonialismo. Por uma globalização da Solidariedade. São Paulo: Paulinas, 2002.

BRIGHENTI, A. A situação do laicto segundo Aparecida e o Papa Francisco. Disponível em: . Acesso em: 08 dez. 2018.

CADAVID, A. “El camino pastoral de la Iglesia en América Latina y el Caribe”. Revista Medellín, n. 123, p. 331-374, 2005.

CONCÍLIO VATICANO II. Constituição dogmática Lumen gentium [LG]. In: Compêndio do Vaticano II. 22ª ed. Petrópolis: Vozes, 1991, p. 37-117.

CONCÍLIO VATICANO II. Decreto Ad gentes [AG]. In: Compêndio do Vaticano II. 22ª ed. Petrópolis: Vozes, 1991, p. 351-399.

CONCÍLIO VATICANO II. Constituição pastoral Gaudium et spes [GS]. In: Compêndio do Vaticano II. 22ª ed. Petrópolis: Vozes, 1991, p. 141-256.

CONSELHO EPISCOPAL LATINO-AMERICANO. Documento de Santo Domingo [DSD]. . Acesso em: 28 jul. 2019.

CONSELHO EPISCOPAL LATINO-AMERICANO. Documento de Aparecida: Texto conclusivo da V Conferência Geral do Episcopado latino-Americano e do Caribe [DAp]. São Paulo: Paulinas, 2007.

CNBB. Cristãos leigos e leigas na Igreja e na sociedade, documento 105, Brasília, 2017.

CNBB. Campanha da Fraternidade 2007: Fraternidade e Amazônia, Brasília, 2007.

FERREIRA, R. “Uma Igreja com rosto amazônico”. Vida Pastoral, n. 327, p. 23-34, 2019.

FRANÇA MIRANDA, M. de. Inculturação da Fé. Uma abordagem teológica. São Paulo: Loyola, 2001.

GONZÁLEZ FAUS, J. I. “El meollo de la involución eclesial”. Revista Razón y Fe, v. 220, n. 1089/90, p. 67-84, 1989.

GUTIÉRREZ, G. “La recepción del Vaticano II en América Latina”. Em G. Alberigo y J.-P. Jossua (eds.). La recepción del Vaticano II. Madrid: Cristiandad, 1987, 213-237

KELLER, M. A. “A Conferência de Puebla: contexto, preparação, realização, conclusões, recepção”. Em:BRIGHENTI, A.;PASSOS, J. D. Compêndio das Conferências dos Bispos da América Latina e Caribe. São Paulo: Paulinas-Paulus, 2017. p. 83-93.

LEGRAND, H. La réalisation de l’Église en un lieu. Initiation à la pratique de la théologie III. Paris: Cerf, 1993.

LOBINGER, F. Padres para amanhã: proposta para comunidades sem eucaristia. São Paulo: Paulus, 2007.

LUNEAU, R.; LADRIÈRE, P. Le retour des certitudes. Paris: Centurion, 1987.

LUNEAU, R.; LADRIÈRE, P. Le rêve de Compostelle. Paris: Centurion, 1990.

NANDI, D.V. Os temas ecológicos nas Campanhas da Fraternidade. Revista Encontros Teológigos n. 3, 2015, Florianópolis, p. 27-36, Disponível em: . Acesso em: 06 Jun. 2019.

PALOSCHI, R. “O Sínodo da Amazônia: grito à consciência, memória da missão, opção pela vida”. Vida Pastoral, n. 327, p. 15-22, 2019.

PAPA FRANCISCO. Discursos JMJ 2013. Disponível em: . Acesso em: 03 jul. 2019.

PAPA FRANCISCO. Exortação Apostólica Evangelii Gaudium: a Alegria do Evangelho [EG]. São Pauo: Paulinas. 2013.

PAPA FRANCISCO. Carta Encíclica Laudato Si’: sobre o cuidado da casa comum [LS]. São Paulo: Paulinas, 2015.

PAPA JOÃO PAULO II. Carta encíclica Redemptoris missio [RMi]. Disponível em: . Acesso em: 28 jul. 2019.

PAPA JOÃO PAULO II. Exortação apostólica pós-sinodal Pastores dabo vobis [PDV]. Disponível em:

PONTIFÍCIA COMISSÃO PARA A AMÉRICA LATINA. O indispensável compromisso dos leigos na vida pública dos países latino-americanos. São Paulo: Paulinas, 2016.

ROCA ALCAZAR, F. El Sínodo amazónico, la Amazonía y la Iglesia. Perspect. Teol., Belo Horizonte, v. 51, n. 1, p. 55-67, jan/abr.2019.

SCATENA, S. In populo pauperum. La chiesa latinoamericana dal Concilio a Medellín (1962-1968). Bologna: Il Molino, 2007.

SCHILLEBEECKX, E. El ministerio eclesial: Responsables en la comunidad cristiana. Madrid: Cristiandad, 1983.

SECRETARÍA DEL SÍNODO DE LOS OBISPOS. Amazonía: nuevos caminos para la Iglesia y para una ecología integral. Lineamenta. Bollettino, Sala Stampa della Santa Sede, Roma: Oficina de Prensa de la Santa Sede, 08/06/2018.

SECRETARIA GERAL DO SÍNODO. Amazônia: novos caminhos para a Igreja e para uma ecologia integral. Instrumentum Laboris. Libreria Editrice Vaticana, Roma, 2019.

SOBRINO, J. “El Vaticano II y la Iglesia latinoamericana”. Em FLORISTÁN, C.; TAMAYO, J.-J. (eds.), El Vaticano II, veinte años después. Madrid: Cristiandad, 1985, 105-134.

SOUZA, J. A classe média no espelho. Rio de Janeiro: Estação Brasil, 2018.

TILLARD, J. M. R. Église d’Églises. L’écclesiologie de communion. Paris: Les Éditions du Cerf, 1987.tores-dabo-vobis.html>. Acesso em: 28 jul. 2019.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/2175-1838.11.003.DS04

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.