Um samaritano desconcertante: Chegou junto dele, viu-o e moveu-se de compaixão (Lc 10,33)

Solange Maria do Carmo, Eduardo César Rodrigues Calil

Resumo


A parábola do bom samaritano (Lc 10,25-37), apesar de imensamente estudada, deixa sempre
uma porta aberta para novas interpretações. Rica em simbologia, mensagem e beleza, põe
em xeque as práticas religiosas como garantidoras da vida cristã. Este artigo começa lançando
um rápido olhar sobre o Evangelho de Lucas, que pode ser chamado de Evangelho de muitos
epítetos, sendo o mais marcante deles “Evangelho da compaixão ou da misericórdia”. Depois,
mostra como os evangelistas descreveram Jesus como poeta da compaixão, capaz de
misericórdia até com seus algozes. Assim, como um poeta, cantador dos mistérios da vida,
por meio de parábolas, Jesus se comunica com seus ouvintes, evitando reduzir sua mensagem
a formulações religiosas obtusas, mas, ao contrário, com imagens significativas revela a
riqueza e a amplidão do Reino que ele veio tornar possível entre nós. Passando com olhar
atento sobre cada detalhe da parábola do bom samaritano, seus personagens, suas nuances
mais singelas e também suas provocações, este artigo chegará finalmente a duas
considerações que mostram a extensão da mesma: um que se posiciona no campo da
psicologia e outro no campo da teologia do ministério ordenado.


Palavras-chave


Bom Samaritano. Parábolas. Evangelho de Lucas. Misericórdia. Práxis cristã

Texto completo:

PDF

Referências


BAILEY, K. As parábolas de Lucas. Trad. Adiel Almeida de Oliveira. 3.ed. São Paulo: Vida

Nova, 1995.

BARRETO, A. R. B. A parábola do Bom Samaritano. In: ROSSI, L. A. S.; VALMOR, S. (Orgs.).

Parábolas na Bíblia. São Paulo: Paulus, 2019. p. 145-158.

BÍBLIA de Jerusalém. Nova edição revista. São Paulo: Paulinas. 1985.

CAMARGO, S. A. Ensinos de Jesus através de suas parábolas. 2. ed São Paulo: Imprensa

Metodista, 1970.

CASALEGNO, A. Lucas: a caminho com Jesus missionário. Introdução ao terceiro evangelho

e à sua teologia. São Paulo: Loyola, 2003

GESCHÉ, A. O mal. São Paulo: Paulinas, 2005.

GONZÁLEZ FAUS, J. I. La Humanidad Nueva. Santander: Sal Terrae, 1984.

GOURGUES, M. As Parábolas de Lucas: do contexto às ressonâncias. São Paulo:

Loyola, 2005.

JEREMIAS, J. As parábolas de Jesus. Trad. João Rezende Costa. São Paulo: Paulinas, 1970.

KUNZ, C. A. Reflexões sobre a parábola do bom samaritano. Revista Teológica, 2016.

p. 60-61.

LEVINE, A.-J. Relatos cortos de Jesús: las parábolas enigmáticas de un rabino polémico.

Estella (Navarra): Verbo Divino, 2016.

MCKENZIE, J. L. Dicionário bíblico. São Paulos: Paulinas, 1983.

MENDONÇA, J. T. A Leitura infinita: a Bíblia e suas interpretações. São Paulo: Paulinas, 2014.

MORRIS, L. L. Lucas: introdução e comentário. Trad. Gordon Chown. São Paulo: Vida

Nova, 1996.

PAGOLA, J. A. Jesus: aproximação histórica. Petrópolis: Vozes, 2010.

PIKAZA, X. No es saber quién es mi prójimo, sino hacerme prójimo. 2019. Disponível em:

https://www.religiondigital.org/el_blog_de_x-_pikaza/saber-projimohacerme_

_2139156072.html. Acesso em: 11 set. 2019.

RICOEUR, P. A hermenêutica bíblica. São Paulo: Loyola, 2006.

SALDARINI, A. J. Fariseus, escribas e saduceus na sociedade palestinense. São Paulo:

Paulinas, 2005.

SANDERS, E. P. Jesús y ele Judaísmo. Madri: Trotta, 2004.

SCARDELAI, D. O escriba Esdras e o Judaísmo: um estudo sobre Esdras à luz da tradição. São

Paulo: Paulus, 2012.

VERMES, G. O autêntico evangelho de Jesus. Rio de Janeiro: Record, 2006.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/2175-1838.12.003.AO06

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.