O encontro como experiência existencial: diversos olhares

Adriana Barbosa Guimarães, Pedro Kuniharu Iwashita

Resumo


Este estudo pretende abordar a categoria encontro em uma perspectiva interdisciplinar, considerando algumas contribuições da antropologia, teologia, pedagogia e psicologia para compreender melhor seu significado e importância em vistas a promover e construir uma cultura do encontro, tão cara ao Papa Francisco. O ponto de partida será o conceito de pessoa no pensamento cristão antigo e medieval. Em seguida, a filosofia da idade moderna e contemporânea será considerada de forma breve, para então, analisar de forma mais aprofundada as contribuições de alguns filósofos de vertente existencialista e fenomenológica. Finalmente, serão recolhidas algumas contribuições dos estudos da psicologia. Espera-se que essas considerações ofereçam elementos que enriqueçam a compreensão e vivência cristã da experiência existencial do encontro.

Palavras-chave


Encontro; Relação; Pessoa; Experiência existencial

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.7213/2175-1838.11.001.AO02

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.